Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Ducati pronta para aventura americana

Ducati pronta para aventura americana

Ducati pronta para aventura americana

Os pilotos da Ducati Marlboro Team, Loris Capirossi e Sete Gibernau, estão prontos para enfrentar a aventura americana em Laguna Seca – a pista mais a oeste do calendário do MotoGP e por certo a mais imprevisível. O ondulado circuito californiano assemelha-se a um rodeo para os pilotos de MotoGP que têm de controlar as suas motos a velocidades que chegam a atingir os 340kmh numa pista estreita, ondulada em que a velocidade média é de apenas 155kmh, mais lenta que qualquer outro traçado do MotoGP.

Capirossi, que liderou o Campeonato do Mundo até sofrer uma queda no GP da Catalunha já provou o sucesso em Laguna. O italiano que venceu o GP dos EUA de 250cc em 1993 e está entusiasmado de regressar a um circuito de que gosta imenso. O seu colega de equipa, Sete Gibernau, espera poder estar melhor do que no passado GP da Alemanha, em que rodou pela primeira vez desde que fracturou a clavícula esquerda a 18 de Junho na Catalunha.

Loris Capirossi
"Na Alemanha consegui estar a pelo menos 85 por cento da minha capacidade física e nos EUA estarei ainda melhor. Estou muito contente por regressar a Laguna Seca. A pista é muito boa, muito técnica e agora que fizeram alterações de segurança poderá estar ainda melhor.

Pelo que ouvi aumentaram a escapatória e melhoraram o piso na curva 1. Além disso retiraram o ressalto antes da "Corkscrew". Reasfaltaram toda a pista porque o piso anterior era algo escorregadio. Gosto da maior parte do circuito mas em especial desde a "Corkscrew" ao fim da volta. É preciso um chassis muito reactivo para ser rápido em Laguna, porque há muitos lugares em que é preciso mudar rapidamente de direcção. Também é preciso um bom controlo de motor porque partes da pista são tão estreitas, muito estreitas mesmo para o MotoGP."

Sete Gibernau
"Vi pela primeira vez em Laguna em 1993. É uma daquelas pistas que toda a gente conhece mesmo que nunca lá tenha rodado, por causa da "Corkscrew" e do layout, que é muito diferente do que estamos habituados.

"Rodei naquele circuito pela primeira vez o ano passado e gostei imenso. Gostei da atmosfera, do público e de estar nos EUA. De facto tudo foi bom, à excepção de ter tido dois dias de treinos bem diferentes, pelo que pareceu uma pista difícil. Acho que este ano será diferente. A equipa está a trabalhar muito bem e acho que vamos conseguir algo de positivo ainda que dependa muito da condição do meu ombro. Na Alemanha não estava bem, mas já voltei a falar com o meu cirurgião em Barcelona, e penso que estará um pouco melhor em Laguna."

Livio Suppo, Director do Projecto Ducati MotoGP
"Estamos ansiosos que chegue Laguna. O GP dos EUA do ano passado foi fantástico, e claro que os EUA são um mercado interessante para nós já que há muitos fãs da Ducati naquele imenso país. O Loris e o Sete deverão estar em melhor condição física para esta corrida depois de algumas rondas em que o acidente da Catalunha os prejudicou. Laguna será interessante por foi reasfaltado e modificado pelo que esperamos que funcione bem para a nossa moto."

Tags:
MotoGP, 2006, RED BULL U.S. GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›