Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Repsol Honda conquista a América

Repsol Honda conquista a América

Repsol Honda conquista a América

Nicky Hayden venceu o U.S. Grand Prix pelo Segundo ano consecutivo, aumentando assim a sua vantagem na frente do campeonato e dando muitos motivos para celebrar aos seus fãs. Os 39 graus de temperatura que se fizeram sentir em Laguna Seca não impediram o americano de 24 anos de largar de sexto e pela 17 volta já liderar a corrida. A sua segunda vitória da temporada e Terceira da sua carreira de MotoGP fez de Hayden o primeiro piloto a lograr vencer um GP em Laguna Seca sem ter largado da primeira fila da grelha. Hayden tem agora 34 pontos de vantagem sobre o Segundo classificado no campeonato numa altura em que faltam disputar seis rondas até ao fim da temporada.

Dani Pedrosa também esteve em plano de destaque naquela que foi a sua primeira corrida em Laguna Seca, ao lograr cruzar a linha de meta em segundo. Desde quarto na grelha, Pedrosa caiu para sexto em luta com Marco Melandri, Casey Stoner e Kenny Roberts Junior. A jovem estrela espanhola estabeleceu a melhor volta da corrida na volta seis numa altura em que caminhava a passos largos até ao segundo posto final que lhe valeu 20 pontos. Uma cifra que o catapultou para o segundo posto do campeonato atrás de Hayden. Pedrosa lidera agora o prémio "Rookie of the Year" com 69 à frente de Stoner.

Num dia muito bom para a Honda, Marco Melandri da equipa Fortuna Honda foi terceiro, e a moto com motor Honda de Kenny Roberts Junior foi quarta. A equipa Repsol Honda tem agora pela frente umas merecidas férias até à realização da 12ª ronda do calendário de 2006 do MotoGP que tem lugar em Brno na República Checa a 20 de Agosto.

Nicky Hayden
"Penso que me sinto mais feliz ainda do que o ano passado, se é que isso é possível! No ano passado as coisas foram perfeitas e foram relativamente fáceis, mas este ano tive de trabalhar bastante. Quero agradecer à Repsol Honda por terem trabalhado tanto, e a Michelin porque os meus pneus estiveram muito bem. Quero também agradecer ao meu treinador Aldon Baker".

"Em algumas pistas o facto de se estar em forma não é assim tão importante mas hoje foi realmente importante estar em forma. A minha vida gira muito à volta de estar em forma e treinar, e é em dias como hoje que isso compensa. Larguei muito bem – fiz exactamente o que o meu irmão mais velho me disse e fui por fora – e funcionou na perfeição na curva 1 permitindo-me subir alguns lugares. Tentei não ir muito rápido para preservar os pneus porque o ritmo estava a ser elevado. Tentei descansar um pouco e esperar a minha oportunidade. Foi realmente bom para o campeonato, mas ainda há muitas corridas pela frente".

Dani Pedrosa
"Estou muito contente porque este resultado foi fantástico. A corrida foi muito complicada, com muito calor e muito exigente para o piloto. Em termos de condições, foi a corrida mais difícil que já fiz. Era muito difícil competir num ritmo alto".

"Quero agradecer à minha equipa porque trabalharam muito, e também às lendas e celebridades que aqui vieram porque é bom que tenham este carinho pelo motociclismo. Os fãs são excepcionais. No início travei um pouco cedo demais e perdi alguns lugares. Depois quando estava a recuperar cometi um erro e voltei a perder lugares pelo que foi uma corrida difícil desde o início. Acabei por conseguir passar para a frente e ser segundo que é um resultado fantástico para mim. Ter logrado a dobradinha é fantástico para a equipa".

Tags:
MotoGP, 2006, RED BULL U.S. GRAND PRIX, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›