Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi: "Um final de temporada entusiasmante"

Rossi: 'Um final de temporada entusiasmante'

Rossi: "Um final de temporada entusiasmante"

Valentino Rossi somou uns preciosos 20 pontos no GP da Rep. Checa ao obter o segundo lugar numa corrida em que o actual líder do campeonato, Nicky Hayden, (Honda) foi apenas nono – um resultado que faz cair a diferença entre ambos os pilotos para apenas 38 pontos com cinco provas ainda por disputar. Rossi teve de se defender dos ataques do estreante em MotoGP, Dani Pedrosa (Honda), até três voltas do fim, quando logrou abrir uma vantagem que lhe permitiu cruzar a linha de meta em segundo sem problemas.

Colin Edwards teve uma tarde um pouco mais complicada, tendo conseguido largar bem e estar entre os primeiros até metade da corrida, tendo depois caído algumas posições em terminar a tirada em décimo. O texano largou de oitavo na grelha e na primeira metade da corrida esteve envolvido na luta pelas primeiras posições, ao recuperar três posições logo nas primeiras voltas. Contudo, os seus esforços foram prejudicados por um mau desempenho do pneu traseiro da Michelin da YZR-M1, sem ter conseguido encontrar a melhor afinação para o circuito de Brno, o piloto teve de se contentar com mais uma classificação entre os dez primeiros. Valentino Rossi

"Foi uma corrida muito boa e estou satisfeito com o desfecho deste fim-de-semana. Obviamente quando se larga da pole pensa-se que se pode vencer mas o Loris estava com um ritmo inatingível que quase não pude imaginar a vantagem que ele conseguiu amealhar. Não fomos perfeitos hoje e ainda sentimos alguns problemas, mas mesmo assim consegui fazer uma boa corrida e obter um bom resultado".

"Lutei muito com o Pedrosa, com ultrapassagens incríveis, o que me deu muito gozo, em especial porque acabei por terminar à sua frente! Mesmo não tendo ganho hoje foi um resultado muito importante para o campeonato; Sou terceiro e ganhei pontos ao Pedrosa e ao Hayden. Após este fim-de-semana a situação é muito mais clara para nós em termos de afinação da moto e pneus e agora temos dois dias de testes, em que vamos testar novas soluções para que possamos ser mais competitivos para as próximas corridas".

"Este fim-de-semana a M1 esteve bem desde sexta-feira pela manhã, o que me deixa muito contente em especial depois dos problemas que já sentimos este ano durante os treinos. Todos na Yamaha trabalharam muito para estarmos onde estamos pelo que quero agradecer à minha equipa e a todos os engenheiros. Agora há mais cinco corridas e outros tantos pilotos que podem lutar pelo título, pelo que vai ser um final de temporada muito entusiasmante!".

Colin Edwards

"No início as coisas estavam a correr bem e nas primeiras voltas estava bastante entusiasmado. Consegui ser muito agressivo e ultrapassar algumas pessoas, mas depois as coisas foram sempre a piorar".

"O equilíbrio da moto não estava bom e não pude manter o mesmo ritmo. Depois o pneu começou a desgastar-se rapidamente após cerca de oito voltas e isso condicionou-me ainda mais o andamento. Estava lutar muito apenas para manter um certo ritmo e não conseguia ser sequer mais ou menos competitivo. A moto não estava bem na travagem e isso torna as coisas muito difíceis em Brno! Tentámos todo o fim-de-semana encontrar uma boa afinação mas não o conseguimos. Honestamente, tentámos tudo mas as coisas não saíram. Temos agora dois dias de testes e muito trabalho para fazer se quisermos ser competitivos nas próximas corridas."

Davide Brivio – Director da equipa Camel Yamaha

"Foi um bom fim-de-semana, apesar de não termos ganho. Mesmo assim conseguimos o principal objectivo que era roubar pontos ao Hayden e ao Pedrosa. O Valentino ter largado da pole é uma substancial melhoria face aos últimos GPs e um bom sinal para as próximas corridas. Agora há cinco pilotos que podem vencer o campeonato e está claro que irá ser uma luta renhida até final, para a qual precisamos de estar muito preparados! Este fim-de-semana mostrou o quanto a Yamaha pode reagir às adversidades e todos trabalharam muito para resolver os problemas. Daí que gostaria de agradecer aos mecânicos, engenheiros e claro ao Valentino! O Colin fez importantes alterações antes da corrida e na primeira parte parecia estar bem. Infelizmente ele não conseguiu manter o mesmo ritmo do início e agora estes dois dias de testes vão ser muito importantes para ele de forma a encontrar soluções que o ajudem neste final de temporada."

Tags:
MotoGP, 2006, GAULOISES GRAND PRIX ČESKÉ REPUBLIKY, Valentino Rossi

Outras actualizações que o podem interessar ›