Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Chuva condiciona segundo dia de testes em Motegi

Chuva condiciona segundo dia de testes em Motegi

Chuva condiciona segundo dia de testes em Motegi

O final do segundo dia de testes em Motegi foi antecipado devido à chuva que se abateu sobre o traçado de Motegi por volta do meio-dia, hora local. A água convidou as equipas e resguardarem-se nas suas boxes. Desde então a actividade na pista foi praticamente nula e algumas formações começaram mesmo a arrumar todo o equipamento.

Ontem, vários pilotos do Campeonato do Mundo de MotoGP, como os homens da Repsol Honda, Camel Yamaha, Ducati Marlboro e Team Roberts, ficaram em Motegi para testarem as evoluções dos seus protótipos de 800cc com que vão rodar na próxima temporada, bem como para prepararem o ataque às duas últimas provas do ano. Esta terça-feira a lista de pilotos que participou nos testes foi mais reduzida, contando apenas com Hayden e alguns pilotos de testes japoneses das várias marcas nipónicas.

O líder do Mundial queria rodar com a 800cc que Pedrosa testou ontem. Hayden começou por trabalhar com vista à conquista do título durante a manhã, mas teve na chuva da tarde o principal obstáculo para se estrear com a moto da próxima época. O norte-americano trabalhou em particular as partidas, completou mais de 50 voltas ao circuito e obteve como melhor registo o tempo de 1m47,18s. Além de Hayden, a HRC contou com a presença dos pilotos de testes Tadayuki Okada e Manabu Kamata, que se dedicaram ao programa de desenvolvimento da 800cc.

Também a Yamaha e Suzuki, com os pilotos de testes Wataru Yoshikawa e Norihiko Fujiwara e Nobuatsu Auki e Kousuke Akiyoshi, respectivamente, acumularam quilómetros com os modelos que vão rodar em 2007. Por seu lado, a Kawasaki limitou-se a trabalhar a Ninja ZX-RR deste ano com Naoki Matsudo.

Tags:
MotoGP, 2006, A-STYLE GRAND PRIX OF JAPAN, Nicky Hayden

Outras actualizações que o podem interessar ›