Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Aluno" Elias bate "Mestre" Rossi no Estoril

Aluno' Elias bate 'Mestre' Rossi no Estoril

Aluno" Elias bate "Mestre" Rossi no Estoril

Com um recorde inédito de mais de 71.000 pessoas nas bancadas, o Circuito do Estoril foi hoje palco do bwin.com Grande Prémio de Portugal, a mais emocionante corrida da temporada 2006 do Campeonato do Mundo de MotoGP, onde a queda de Nicky Hayden, provocada pelo companheiro de equipa Dani Pedrosa, e o segundo posto de Valentino Rossi levou o italiano à liderança do Mundial com oito pontos de vantagem numa altura em que falta apenas disputar mais uma prova.

Rossi, o "Mestre" do Estoril, tirou o melhor partido da pole position para assumir a liderança da prova desde o início, mas nunca teve a tarefa facilitada ao longo das 28 voltas de corrida. Seguindo na frente com a protecção do companheiro de equipa Colin Edwards, o italiano da Camel Yamaha nunca conseguiu margem superior a dois segundos, acabando mesmo por ver a sua curta vantagem reduzir de forma regular e significativa assim que Colin foi batido Toni Elias.

Vindo da 11ª posição da grelha, a jovem piloto da Fortuna Honda foi presença constante entre o quinteto da frente a partir da segunda volta e após a queda da dupla da Repsol Honda viu-se promovido à terceira posição. Levando a cabo excelente corrida, o espanhol não se mostrou satisfeito com a possibilidade do primeiro pódio da carreira na categoria rainha e acabou mesmo por ir atrás de Rossi para garantir o primeiro pódio da carreira de MotoGP por meros 0,002s. Um resultado magnífico que surgiu depois de várias trocas de posições na derradeira volta e que levou Elías a ser apenas o terceiro piloto a bater Valentino Rossi no Estoril.

Mas o espanhol não teve no italiano o seu último rival, já que Kenny Roberts Jr. se revelou como mais um dos protagonistas do final do GP de Portugal. Vindo de quarto, atrás de Colin Edwards, o piloto do Team Roberts entrou na luta pela vitória quando faltavam cinco voltas para o final. O norte-americano antigo Campeão do Mundo de 500cc chegou mesmo a ser um dos três líderes do bwin.com Grande Prémio de Portugal, mas na última volta foi relegado para o mais baixo do pódio, o segundo da temporada.

Enquanto isso, Colin Edwards ficou com o quarto posto, seguido de Makoto Tamada, John Hopkins, Carlos Checa e Marco Melandri, enquanto Chris Vermeulen e Randy de Puniet fecharam o Top 10. Muito bem esteve a estreante Ilmor que conseguiu mesmo concretizar o objectivo velado de terminar nos pontos, com o vencedor do GP de Portugal de 2000 Garry McCoy a terminar em 15º naquela que foi a primeira prova de fogo da Ilmor X3.

Quanto ao Campeonato do Mundo, Rossi e Hayden são os únicos com possibilidades de reclamarem a coroa em Valência, enquanto Melandri não pode aspirar a mais que o segundo posto, Capiorissi ao terceiro e Pedrosa ao quarto, com este – que acabou por ser o grande causador da queda de Hayden – a ser único dos cinco primeiros a não correr o risco de perder posições na classificação.

Tags:
MotoGP, 2006, bwin.com GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›