Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Mais da Dainese

Mais da Dainese

Mais da Dainese

A segunda parte do guia Dainese sobre os fatos do Campeonato do Mundo.

Composição do fato

O fato fica completo com o capacete, luvas e botas, essenciais para a segurança. A Dainese presta particular atenção ao controlo do peso das botas, para reduzir a força do impacto em caso de quedas a alta velocidade.

Da mesma forma, as luvas devem ser suficientemente leves para não prejudicar a sensibilidade no guiador da moto. Para as fazer é utilizado um composto de titânio, carbono e kevelar, com reforços especiais nos pontos que correm maiores riscos de abrasão ou fractura, especialmente no polegar, pulso e palma.

Trabalhamos para as exigências dos pilotos em termos de protecção, conforto e sensibilidade e isto é o aspecto mais difícil do nosso trabalho. Com a motos a apresentarem-se cada vez mais potentes e com os ângulos de pilotagem a chegarem aos 55º, o risco de lesão é cada vez maior.

Investigação

A Dainese tem um laboratório no qual todos os materiais são testados em termos de resistência. Tudo o que passa para as linhas de produção é submetido ao mesmo tipo de análise que os materiais utilizados no Campeonato do Mundo. Através destes testes levados a cabo em conjunto com Clínica Móvel ficamos a saber como é que o corpo humano consegue aguantar 40 a 45 minutos de corrida sob intensas temperaturas e humidade elevada no Qatar e Malásia. O mais importante é manter a hidratação, bem como a temperatura. Por esta razão, os testes de arrefecimento da Dainese não têm obtido os resultados desejados e por isso optamos por sistemas de ventilação dos fatos.

Tags:
MotoGP, 2007

Outras actualizações que o podem interessar ›