Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Jacque em dúvida para segundo dia de testes no Qatar devido a lesão

Jacque em dúvida para segundo dia de testes no Qatar devido a lesão

Olivier Jacque, da Kawasaki, está em dúvida para o segundo dia de testes no Qatar, que se realiza amanhã, devido à queda sofrida hoje e que o obrigou a ser observado no hospital.

Olivier Jacque, da Kawasaki, está em dúvida para o segundo dia de testes no Qatar, que se realiza amanhã, devido à queda sofrida hoje e que o obrigou a ser observado no hospital. O gaulês de 33 anos viu-se forçado a encurtar a sessão de trabalho no primeiro dia depois de 67 voltas, altura em que, na sequência da queda na curva dois, bateu com a cabeça. Tirando isto, não sofreu qualquer lesão, mas a equipa só decidirá sobre a sua participação amanhã depois de mais exames.

Após dois produtivos testes na Malásia, Jacque e o companheiro de equipa Randy de Puniet entraram no ritmo com facilidade no Qatar, dando continuidade ao trabalho de afinação da Ninja ZX-RR. A principal preocupação destes três dias de testes será a procura da afinação base ideal e a combinação de pneus de corrida com vista à corrida de abertura da época dentro de três semanas na pista de Losail. Este é realmente um assunto de grande importância para a equipa, já que a anterior moto da formação não se deu bem no traçado.

De Puniet e a sua equipa técnica tiveram de ultrapassar pequenos problemas de vibrações no início do dia, mas não foram necessárias grandes alterações. Após a paragem obrigatória para almoço, o francês de 25 anos continuou o programa inicialmente previsto, terminando com um tempo de 1m57,73s ao cabo de 88 voltas aos 5,38 km de Losail.

"Foi um bom teste. Concentrámos o trabalho na afinação durante a manhã antes de testarmos mais pneus para a Bridgestone durante a tarde. O objectivo é encontrar um bom pneu para a primeira corrida da época, mas neste momento ainda não sabemos quais as borrachas que vamos usar seja para a corrida, seja para a simulação de amanhã", comentou o francês. "Ainda temos mais uns pneus para testar. A durabilidade dos pneus aqui é fundamental e amanhã vamos confirmar isso. Também temos de melhorar toda a afinação, mas principalmente a suspensão frontal para as partes rápidas da pista, além de eu próprio ter de melhorar na primeira parte da pista. Foi um bom primeiro dia e estou certo que amanhã conseguirei melhorar os meus tempos por volta."

Naoya Kaneko, Director Técnico, também se mostrou agrado com o primeiro dia de testes em Losail.

"De forma geral o objectivo era encontrar boa afinação base para o primeiro Grande Prémio do ano que terá lugar aqui em menos de um mês. Basicamente começámos com a melhor afinação que trazíamos de Sepang. Primeiro confirmámos alguns aspectos base e depois fizemos algumas alterações para a adaptação a Losail, que também é uma pista rápida. Trabalhámos bem na escolha de pneus, o que será muito importante para nós. Trabalhámos em grande proximidade com a Bridgestone para optimizarmos os nossos pneus, porque a durabilidade dos mesmos é muito importante aqui. Tirando isso, não estou preocupado com tempos por voltas porque eles surgiram com a afinação certa. No último teste compreendemos que para nós é mais importante concentrarmo-nos na vida útil do pneu para que este seja consistente ao longo das 22 voltas da corrida. De momento já encontrámos dois pneus com potencial, mas vamos confirmar isso amanhã. O primeiro dia é sempre cedo para conclusões, especialmente nesta pista que ainda não está nas condições ideais."

Tags:
MotoGP, 2007

Outras actualizações que o podem interessar ›