Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Motor Clube do Estoril nas jornadas do Qatar e China

Motor Clube do Estoril nas jornadas do Qatar e China

O Motor Clube do Estoril, agremiação responsável pela organização desportiva do Grande Prémio de Portugal de MotoGP desde 2000, tem visto a qualidade do seu trabalho e o seu nome serem reconhecidos além fronteiras de uma forma que poucos outros clubes nacionais o têm conseguido. Depois de terem sido responsáveis pela Direcção de Corrida e formação de comissários nas rondas mundialistas de Istambul e Xangai, o MCE ruma agora a novas paragens.

O Motor Clube do Estoril, agremiação responsável pela organização desportiva do Grande Prémio de Portugal de MotoGP desde 2000, tem visto a qualidade do seu trabalho e o seu nome serem reconhecidos além fronteiras de uma forma que poucos outros clubes nacionais o têm conseguido. Depois de terem sido responsáveis pela Direcção de Corrida e formação de comissários nas rondas mundialistas de Istambul e Xangai, o MCE ruma agora a novas paragens.

De novo a convite da Dorna Sports, entidade detentora dos direitos do Campeonato do Mundo de MotoGP, bem como da FIM, o clube do Estoril prepara-se para ser parte determinante do arranque da época 2007 do MotoGP.

"Foi um convite recebido com bastante alegria e que é muito motivador para nós num ano que, em termos internos, será muito difícil. Isto prova que, quando está em causa apenas o valor de uma organização é normal haver um crescendo de actividade, algo que se inverte quando os interesses pessoais assumem o primeiro plano", começa por adiantar o Presidente do MCE, António Lima.

"Temos recebido cada vez mais pedidos de apoio para cooperação e organização de provas internacionais. Este ano vamos estar presentes no Qatar – não apenas no MotoGP, mas também nas SBK e no Endurance –, China e aguardamos resposta de Phillip Island, na Austrália, que, a confirmar-se fará com que estejamos presentes mais de 20% das provas do Campeonato do Mundo de MotoGP".

"Para o Qatar já temos definida uma equipa de 60 elementos, desde comissários de pista, a Direcção de Prova. É muito motivador, principalmente porque estes convites têm surgido de forma natural e espelham o reconhecimento do nosso valor a nível internacional", remata António Lima.

Tags:
MotoGP, 2007

Outras actualizações que o podem interessar ›