Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pedrosa: "No seu todo esta moto é mais fácil de pilotar"

Pedrosa: 'No seu todo esta moto é mais fácil de pilotar'

Dani Pedrosa conseguiu ontem rodar em tempos mais rápidos que a pole conquistada por Casey Stoner no último Grande Prémio do Qatar. Resultados surpreendentes e que dizem muito bem da RC212V da Honda e do excelente trabalho levado a cabo pelo piloto espanhol nesta pré época.

Dani Pedrosa conseguiu ontem rodar em tempos mais rápidos que a pole conquistada por Casey Stoner no último Grande Prémio do Qatar. Resultados surpreendentes e que dizem muito bem da RC212V da Honda e do excelente trabalho levado a cabo pelo piloto espanhol nesta pré época.

P: Agora que terminaste o teste, e antes de voltares aqui ao Qatar para a primeira corrida do ano, achas que tens todo o trabalho feito?
R: "Ainda há coisas na moto que não estão perfeitas, mas isso é normal. Espero que com o tempo tudo se resolva. Um dos pontos que tínhamos de ver era o rendimento na moto nas últimas voltas e creio que conseguimos obter os sempre importantes primeiros dados sobre isso. A partir daqui há que melhorar. Os pneus estiveram mais ou menos bem. Tratava-se de um teste importante nesta matéria por causa das novas regras. Temos de ver com que pneus podemos correr aqui na primeira corrida e este teste serviu para nos prepararmos melhor para essa escolha."

P: Estás surpreendido por nesta pré época já se ter rodado em tempos abaixo dos das 990cc?
R: "Sim, estou. Isso significa que a tecnologia está sempre em constante evolução, porque reduziu-se a potência e mesmo assim estamos a rodar ao ritmo que tínhamos com máquinas mais potentes. Creio que isso quer dizer que estamos no rumo certo."

P: É que foste realmente rápido… Foi uma surpresa para ti?
R: "A verdade é que estou mesmo. Fiquei admirado por estar com tempos mais rápidos que os da pole do ano passado, mas também temos de ter em contas as condições do Grande Prémio porque são diferentes. Não me recordo bem de como estava o tempo nesse dia e isso às vezes também conta."

P: Pergunta retórica, mas uma vez que estamos no início da época, podes dizer-nos quais as principais diferenças de pilotagem entre a Honda RC212V 800cc e a RC211V 990cc?
R: "Em primeiro lugar a potência, que agora é mais baixa, e esta moto também é mais ágil. No que se refere à pilotagem, a travagem agora é mais tarde e condução é um pouco mais rápida nas curvas. A nova moto é mais pequena e manejável. Além disso, pesa cerca de menos um quilo, pelo que no seu todo considero-a mais fácil de pilotar nas mudanças de direcção e nas curvas. As dimensões também são mais curtas, pelo que agora tenho uma posição mais cómoda, com o depósito mais pequeno e os comandos mais próximos.

P: Podes explicar-nos as diferenças entre um pneu de 16," e um de 16"?
R:"Na verdade quase não há diferenças, apesar de agora parecer que é esse o caminho a seguir. Quem sabe, o que se consegue com este pneu de 16", que está a ser utilizado por todos agora, é conseguir melhores sensações nas mãos, receber mais informações sobre o que passa com a frente da moto."

P: Nos testes de Inverno manter a concentração enquanto se trabalho deve ter as suas complicações em comparação com um fim-de-semana de Grande Prémio, ou não?
R: "Sim, nem sempre é fácil. Como qualquer pessoa, tens dias melhores e dias piores, mas temos sempre de manter a concentração ao máximo, não vale a pena deixar a cabeça divagar por outras coisas."

P: Suponho que nos testes te deves aplicar muito, mas mantendo sempre uma margem de segurança, ou dás tudo como se estivesses num GP?
R: "Para vermos se algo está bem tens de ir aos limites da moto, não vale a pena ficar apenas a dar voltas à pista, pelo que, apesar de serem apenas testes de Inverno, temos de dar o máximo."

P: No ano passado vimos que as ultrapassagens não eram o teu forte. Achas que com a nova moto, mais manejável, terás mais facilidades em melhorar este ponto?
R: "Espero bem que sim. Mas não te posso responder já sem antes o comprovar."

P: Chegar a uma equipa nova – apesar de o teres feito com algum do teu pessoal –, entrar para a categoria rainha onde competem os melhores pilotos do mundo não te coibiu um pouco no ano passado…
R: "Quando cheguei à equipa e ao MotoGP no ano passado verifiquei que os meus mecânicos e todo o pessoal da Repsol Honda eram muito profissionais. É claro que este ano isso é ainda mais notório para mim. Há um bom sentimento em geral porque temos todos um carácter idêntico."

P: Achas que os pilotos em pista olham de forma diferente para outro com o número 1 na moto, como é agora o caso com o teu companheiro de equipa Nicky Hayden?
R: "Não sei o que vai na cabeça dos outros pilotos, mas no meu caso o que se passou, quando corria nas 250cc, é que em vez de ter mais pressão acabava por me sentir mais motivado."

P: Tens uma boa amizade com o também piloto Repsol Julito Simón que está a fazer uma boa progressão das 125cc para as 250cc. O que achas que o Julito pode fazer na sua primeira temporada nas quarto de litro?
R: "A verdade é que não sei, as 250cc vão ser muito disputadas, mas espero que tudo lhe corra bem, que se mantenha concentrado e que olhe por ele; que se esqueça do que os pilotos fazem."

Repsol Honda Press

Tags:
MotoGP, 2007

Outras actualizações que o podem interessar ›