Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi regressa às vitórias em grande estilo

Rossi regressa às vitórias em grande estilo

Não se podia pedir mais em termos de emoções e competitividade desta primeira corrida de MotoGP na Europa disputada hoje no Circuito de Jerez, onde Valentino Rossi acabou por ser o grande vencedor da prova, pondo fim a sequência de cinco corridas sem ganhar.

Não se podia pedir mais em termos de emoções e competitividade desta primeira corrida de MotoGP na Europa disputada hoje no Circuito de Jerez, onde Valentino Rossi acabou por ser o grande vencedor da prova, pondo fim a sequência de cinco corridas sem ganhar. A vantagem granjeada no início da prova demonstrou também a resolução de todos os problemas de aderência com que o piloto da Fiat Yamaha se debateu nos treinos e permitiu a subida à liderança do Campeonato do Mundo de MotoGP.

Dani Pedrosa (Repsol Honda), que partiu da pole nesta primeira corrida caseira da temporada, começou quase de imediato a perder algum terreno para o italiano. O jovem espanhol ainda tentou reduzir a diferença, mas o andamento da Honda não esteve ao mesmo nível do da Yamaha, o que levou Pedrosa a repetir o segundo posto do ano passado quando se estreou na categoria rainha.

Enquanto isso, o companheiro de Rossi, Colin Edwards, apresentou-se bem melhor que no Qatar, reclamando o mais baixo do pódio, mas sem nunca conseguir fazer perigar a segunda posição de Pedrosa, acabando mesmo por ficar isolado ainda antes do meio da corrida.

Mas a animação do bwin.com Grande Prémio de Espanha não se ficou pela frente da corrida, já que se assistiu a mais batalhas muito interessantes. O Campeão do Mundo de MotoGP Nicky Hayden (Repsol Honda) foi um dos pilotos que parecia estar a melhorar face à jornada de duas há semanas, mas teve de fazer frente ao bom ritmo imposto, primeiro por John Hopkins e depois pelo espanhol Toni Elías (Gresini Honda), terminando a prova de apenas em sétimo, uma posição acima da atingida há duas semanas.

O anglo-americano da Rizla Suzuki largou de sexto, perdendo algumas posições para as recuperar e chegar a quinto ainda no decorrer das primeiras voltas e com bom ritmo. De tal forma que o homem da Rizla Suzuki chegou mesmo a bater Hayden a dez voltas do final, mas acabou por cair logo a seguir, estragando assim magnífica prova.

Quem ganhou contudo isto foi o piloto da casa. Elías, que não teve grande largada a partir do oitavo posto da grelha, cedo tratou de recuperar posições e, depois de bater o companheiro de equipa Marco Melandri, o vencedor da corrida de abertura da época no Qatar, Casey Stoner (Ducati Marlboro) e Carlos Checa (Honda LCR), que havia brilhado nos treinos e largado do terceiro posto, acabou mesmo por alcançar a quarta posição.

Enquanto isso, Stoner, que fez prova de altos e baixos, logrou terminar em quinto depois de ver a sua Desmosedici GP7 ganhar alguma competitividade já perto do final da corrida, altura em que também Checa voltou a apresentar um andamento mais aguerrido para também ele bater o Campeão do Mundo e ascender ao sexto posto. Checa ainda tentou apanhar Stoner, mas tal acabou por não ser possível.

Quem acabou por desaparecer da corrida foi Melandri. Depois de ter lutado pela sexta posição, o italiano da Gresini Honda perdeu posições para terminar em oitavo, à frente de Chris Vermeulen e Shinya Nakano, enquanto Alex Barros foi o 11º. Loris Capirossi, que hoje efectuou o 250º da sua carreira mundialista foi 12º.

Tags:
MotoGP, 2007, GRAN PREMIO bwin.com DE ESPAÑA, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›