Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Bartol avalia começo de época da KTM

Bartol avalia começo de época da KTM

Não foi o início de época que a KTM queria, com problemas técnicos e quedas a dificultarem a conquista de pontos.

Não foi o início de época que a KTM queria, com problemas técnicos e quedas a dificultarem a conquista de pontos.

As duas primeiras rondas no Qatar e Jerez deixaram o Director Técnico da equipa, Harald Bartol, com muito em que pensar antes do Grande Prémio da Turquia deste fim-de-semana.

O piloto japonês das quarto de litro Hiroshi Aoyama sofreu queda e lesionou-se no Qatar, mas regressou com bravura para conquistar 10 pontos no Sul de Espanha ao terminar em sexto, enquanto o compatriota e companheiro na KTM Tomoyoshi Koyama, que corre nas 125cc, assinou a sexta posição em Losail, mas depois caiu e desistiu em Jerez.

Os observadores esperavam ver Aoyoama a lutar regularmente por triunfos esta época, enquanto Koyama devia estar apostado em resultados no pódio, por isso Bartol espera mais dos seus dois pilotos japoneses em cada um dos seus Campeonatos do Mundo.

Enquanto isso, o companheiro de Aoyama nas 250cc, Mika Kallio, podia ter ganho mais pontos não fossem os vários problemas técnicos que ainda não o deixaram terminar uma corrida.

Sobre os problemas mecânicos do finlandês Bartol revelou o seguinte: "Temos tentado analisar o que se passou com a maior exactidão possível e chegámos à conclusão que se tratou de uma combinação de azares com outros factores. O anel do pistão partido foi a causa dos problemas no Qatar, não se tratou de um problema de fornecimento, mas de maquinação, que teve a ver com as nossas limitações de tempo."

"O único azar foi o facto do anel do pistão se ter partido num momento em particular. No que toca ao problema de caixa em Jerez tratou-se de fadiga do material. Temos de pensar na forma de fortalecermos alguns componentes no futuro."

A Red Bull KTM 125 foi a moto mais rápida na pista de Jerez, mas a afinação das 250cc ainda está a dar algumas dores de cabeça a Bartol. O austríaco explicou: "Até ao momento concentrámos todos os nossos esforços na fiabilidade das 250cc. Estamos também a trabalhar em novas peças de performance, mas só as vamos introduzir em Xangai."

"Se tudo correr como esperamos, então a nossa 250 será claramente mais rápida que agora. Mas também temos de ter cuidado: Há muito trabalho de casa a fazer com o balanceiro e de forma geral o sistema mecânico da 250 é muito mais complicado que o da 125cc."

Na verdade, as 125cc da Aprilia foram muito rápidas logo no Qatar, enquanto das da KTM só o conseguiram na segunda corrida, em Jerez, algo que não surpreendeu Bartol:

"Não esperávamos outra coisa. Não teria entendido de onde vem a vantagem da Aprilia, apesar do novo sistema de válvula rotativa que agora está atrás do cilindro. O Álvaro Bautista criou grandes expectativas para a Aprilia quando dominou com esta moto na última corrida do ano passado. Mas foi ele enquanto piloto que foi superior, não a moto. Pilotos como o Mattia Pasini teriam mais possibilidades de lutarem por vitórias e pelo título se estivesse, como o Gabor Talmacsi, na antiga versão da Aprilia 125. O novo motor rotativo ainda está com muitos problemas técnicos. Ainda é muito jovem."

"Tendo dito isto, não quero esconder o facto do conjunto total da Aprilia ser melhor que o nosso neste momento. A moto é mais fácil de pilotar e de afinar. Aplicámos prioridades diferentes no Inverno passado e agora temos de recuperar terreno nesta matéria."

Apesar dos problemas da equipa, o norte-americano Steve Bonsey está a ganhar reputação nas monocilíndricas. Bonsey tem mostrado até ao momento progresso regular - somando os primeiros pontos em Jerez depois de ganhar importante experiência na primeira ronda do ano - assunto em relação ao qual Bartol também falou:

"Ele ainda está a aprender, mas está a fazê-lo depressa. Acredito muito nele. Tem a atitude de um verdadeiro piloto e tem muita experiência de pistas de terra. É claro que não conseguirá a experiência necessária de um dia para o outro, mas é apenas uma questão de tempo. Estou certo que vamos ouvir falar muito dele ao longo da época."

Tags:
125cc, 2007

Outras actualizações que o podem interessar ›