Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Exame excluiu fracturas em Pedrosa

Exame excluiu fracturas em Pedrosa

Dani Pedrosa, da Repsol Honda, foi hoje alvo de exames preventivos no Hospital Dexeus em Barcelona que excluíram a possibilidade de fracturas na sequência do acidente de domingo em Istambul Park.

Dani Pedrosa, da Repsol Honda, foi hoje alvo de exames preventivos no Hospital Dexeus em Barcelona que excluíram a possibilidade de fracturas na sequência do acidente de domingo em Istambul Park.

Pedrosa foi um dos pilotos que se viu envolvido na queda múltipla provocada por Olivier Jacque da Kawasaki e que levou ainda ao chão Colin Edwards, da Fiat Yamaha, e Chris Vermeulen, da Suzuki, na primeira volta da corrida de MotoGP da Turquia, se bem que o último ainda conseguiu voltar à pista e terminar aprova.

Pedrosa abandonou o circuito com um colar cervical depois de tratado na Clínica Móvel e voou de regresso à Catalunha esta segunda-feira de manhã para ser submetido a mais exames sob o olhar atento do Dr. Xavier Mir com o intuito de excluir as possibilidades de quaisquer fracturas.

Os exames revelaram grandes hematomas no peito e pescoço, mas nenhuma fractura, pelo que os médicos de Pedrosa podem agora aconselhar o plano de recuperação para alinhar no melhor estado físico possível na quarta jornada do Campeonato do Mundo que tem lugar dentro de duas semanas na China.

O piloto espanhol vai continuar a utilizar o colar cervical durante vários dias para evitar movimentos mais bruscos e relaxar o pescoço, enquanto toma analgésicos e anti-inflamatórios para reduzir as dores.

Tags:
MotoGP, 2007, GRAND PRIX OF TURKEY, Dani Pedrosa

Outras actualizações que o podem interessar ›