Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi e Edwards apostados em recuperar na China

Rossi e Edwards apostados em recuperar na China

A Fiat Yamaha ruma para a China depois de desapontante Grande Prémio da Turquia e tem como objectivo voltar à boa forma numa pista onde têm conseguido resultados mistos nas duas últimas visitas.

A Fiat Yamaha ruma para a China depois de desapontante Grande Prémio da Turquia e tem como objectivo voltar à boa forma numa pista onde têm conseguido resultados mistos nas duas últimas visitas. Valentino Rossi já triunfou no Circuito Internacional de Xangai, mas no ano passado foi obrigado a desistir com problemas de pneus. O companheiro de equipa Colin Edwards teve o seu melhor resultado em território chinês em 2006 com o único pódio da temporada.

Apesar de Rossi ter tido problemas de pneus no ano passado na China e mais recentemente na Turquia, o italiano acredita que o fabricante vai conseguir evitar mais um contratempo em Xangai.

"Tivemos um mau resultado na Turquia que não esperávamos depois de termos conseguido a pole, mas a Michelin tem estado a trabalhar muito para compreender o que correu mal e garantir que não volta a acontecer," diz o italiano. "Tivemos um bom teste na segunda-feira após a corrida e testámos muitas combinações de pneus com a China em mente, por isso vamos para lá com algumas ideias que acreditamos que vão funcionar. Agora trata-se de fazer o que se espera ser a escolha correcta de pneus e depois ver como as coisas correm na sexta-feira de manhã."

"No ano passado tivemos um grande problema na China e não consegui terminar a corrida, mas em 2005 conseguiu um grande triunfo, por isso tenho boas recordações desta pista, tal como más! Sabemos que não é um traçado ideal para a nossa moto e que talvez seja necessário dividir a recta da meta ao meio - uma parte para a Ducati a outra para o resto de nós! Brincadeiras à parte, é uma recta muito longa e sabemos que vamos ter alguma falta de velocidade de ponta, mas a novas alterações no motor levadas a cabo na Turquia funcionaram bem e há alguma melhoria, por isso espero que não seja tão complicado. Estamos em segundo no Campeonato e perdemos alguns pontos, por isso temos de almejar o pódio para voltarmos ao bom caminho."

A desistência na primeira volta na Turquia foi resultado difícil de aceitar para Edwards. O norte-americano tinha tudo para lutar pelos três primeiros e dar continuidade ao positivo início de temporada, mas viu-se envolvido no aparatoso acidente que o fez abandonar pela segunda vez desde que corre pela Yamaha. Apesar de ter lesionado o joelho na colisão, o "Texas Tornado" deve estar a 100% para a primeira sessão de treinos na China.

"A Turquia foi uma grande pena porque senti que podia ter lutado pelo pódio, mas as corridas são assim e não há motivo para ficarmos chateados ou a remoer," reflecte Edwards. "Não testei na segunda-feira porque tinha muitas dores no joelho, mas os dias de descanso em casa ajudaram na recuperação. Depois de ter começado a temporada tão bem foi desapontante todo o azar na Turquia para a equipa, mas é o nosso circuito "inimigo" e agora estamos desejosos por recuperar na China!"

"O ano passado em Xangai foi bom para mim e terminei no pódio, o que quero repetir com melhorias este ano! Sabemos que vai ser uma pista traiçoeira para nós com a longa recta, mas esperamos recompensar nas outras partes da pista. Mais uma vez os pneus vão ser grande factor, mas o Valentino e a Michelin trabalharam muito e penso que conseguiram bons planos de trabalho para a prova."

Tags:
MotoGP, 2007, SINOPEC GREAT WALL LUBRICANTS GRAND PRIX OF CHINA, Colin Edwards, Valentino Rossi

Outras actualizações que o podem interessar ›