Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pramac d'Antin espera tirar partido da vantagem da Ducati nas rectas

Pramac d'Antin espera tirar partido da vantagem da Ducati nas rectas

Enquanto a maior parte das atenções se têm virado compreensivelmente para a Ducati oficial antes do GP da China deste fim-de-semana, a Pramac d'Antin, formação satélite da marca italiana, também quer tirar partido da vantagem da velocidade de ponta da Desmosedici GP7.

Enquanto a maior parte das atenções se têm virado compreensivelmente para a Ducati oficial antes do GP da China deste fim-de-semana, a Pramac d'Antin, formação satélite da marca italiana, também quer tirar partido da vantagem da velocidade de ponta da Desmosedici GP7. Alex Barros e Alex Hofmann conseguiram os melhores resultados da época na Turquia e olham o Sinopec Great Wall Lubricants Grande Prémio da China com o objectivo de repetir as performances.

Barros ficou fora do pódio por muito pouco depois de positiva prestação em Istambul, e já está totalmente recuperado da gripe que o assolou no dia de corrida. O veterano brasileiro correu em Xangai uma vez, altura em que ficou fora dos dez primeiros devido a penalização de passagem pela via de boxes.

"Não posso fazer previsões porque apenas rodei aqui em 2005, não tenho muitos dados ao meu dispor. Lembro-me que a minha performance foi boa apesar da chuva,"explicou Barros. "A estrutura do circuito é boa e imponente, é estimulante correr aqui. O problema é que a pista é muito estreita e vamos ter algumas dificuldades para ultrapassar os outros pilotos. Será muito importante uma boa qualificação e largar das posições da frente para darmos o máximo na recta. A nossa GP7 é rápida em recta, mas para conseguirmos o pódio também temos de nos concentrar no tempo em curva. Depois de Istambul estou mais confiante, quero chegar a Xangai e analisar a pista e encontrar a melhor afinação possível. Espero ser capaz de ter mais uma corrida emocionante."

O companheiro de equipa Alex Hofman caiu no teste que se seguiu à corrida turca e ainda está lesionado com as costelas doridas. Ainda assim, o alemão também vê o traçado de Xangai como bom para a Pramac d'Antin Ducati.

"Espero estar a 100% na China. Fiz boa corrida no ano passado, mas sei que podia ter sido mais rápido," disse "The Hoff". "Em Xangai temos a maior recta da temporada, o que é positivo para nós e temos de tirar o máximo partido disso para chegarmos os mais depressa possível ao grupo da frente. Não posso esperar mais pela corrida, mas ainda temos alguns dias antes da prova. Vou aproveitá-los para recuperar a forma física."

Tags:
MotoGP, 2007, SINOPEC GREAT WALL LUBRICANTS GRAND PRIX OF CHINA

Outras actualizações que o podem interessar ›