Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pesek vence na China e assume liderança do campeonato

Pesek vence na China e assume liderança do campeonato

O checo Lukas Pesek (Valsir Seedorf Derbi) venceu a emocionante corrida de 125cc em Xangai, a quarto do ano. Um resultado magnífico onde o vencedor só se ficou a conhecer praticamente em cima da linha de meta e que acabou por dar ao checo a liderança do Campeonato do Mundo de 125cc, bem como a primeira vitória da carreira.

O checo Lukas Pesek (Valsir Seedorf Derbi) venceu a emocionante corrida de 125cc em Xangai, a quarto do ano. Um resultado magnífico onde o vencedor só se ficou a conhecer praticamente em cima da linha de meta e que acabou por dar ao checo a liderança do Campeonato do Mundo de 125cc, bem como a primeira vitória da carreira.

Pesek, que largou da quinta posição, esteve sempre muito bem ao longo de toda a corrida e desferiu o seu derradeiro ataque já no final, batendo uma concorrência que se revelou muito dura e que contou com um grupo de oito pilotos a lutarem pelo triunfo ao longo da totalidade das 19 voltas que compuseram este Sinopec Great Wall Lubricants Grande Prémio da China.

Hector Faubel (Bancaja Aspar) foi o segundo numa prova onde também ele nunca andou arredado da frente. Mas a verdade é que o espanhol contou com um rival surpresa, tal como todos os outros pilotos. O jovem de 17 anos Esteve Rabat (Repsol Honda) acabou por ser o centro das atenções já na fase final. Vindo da 11ª posição da grelha o espanhol foi ganhando posições para chegar a liderar a prova por breves momentos, contudo, acabou por fechar o pódio e, desta forma, fazer com que os três primeiros postos ficassem a cargo de três marcas diferentes.

Gabor Talmacsi (Bancaja Aspar) é que acabou por não fazer boa visita à China, pois ao terminar em quarto viu-se arredado da liderança do Campeonato, estando agora a dois pontos do novo líder, Pesek.

Simone Corsi (Skilled Racing Team) foi quinto, à frente de Sergio Gadea (Bancaja Aspar), Michael Ransender (Ajo Motorsport), Bradley Smith (Repsol Honda) e Pol Espargaró (Belson Campetella Racing).

Enquanto isso, Mattia Pasini (Polaris World) esteve melhor que nas três anteriores provas ao terminar em 10º. Ainda assim, o italiano voltou a não ter grande sorte; depois de liderar grande parte das 19 voltas e de estar sempre envolvido na luta pela primeira posição, o italiano viu a prestação da sua Aprilia deteriorar-se para concluir a 3,4 segundos de Pesek, um resultado longe do desejado e que não faz jus à dedicação apresentada.

Tags:
125cc, 2007, SINOPEC GREAT WALL LUBRICANTS GRAND PRIX OF CHINA, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›