Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner: "Hoje foi um dia perfeito"

Stoner: 'Hoje foi um dia perfeito'

Com a terceira vitória em quatrocorridas, o australiano Casey Stoner dilatou um pouco mais a vantagem na liderança do Campeonato do Mundo de MotoGP, revelando novamente a solidez do conjunto Ducati/Bridgestone.

Com a terceira vitória em quatrocorridas, o australiano Casey Stoner dilatou um pouco mais a vantagem na liderança do Campeonato do Mundo de MotoGP, revelando novamente a solidez do conjunto Ducati/Bridgestone.

O piloto da Desmosedici GP7 oficial construiu novo êxito no Campeonato depois de assinar a volta mais rápida da corrida e de ter garantido a mais alta velocidade de ponta com uns impressionantes 333,5 km/h na recta principal do Circuito Internacional de Xangai.

Stoner assumiu a liderança da corrida na segunda volta e levou a cabo novo duelo com Valentino Rossi numa prestação que fez lembrar a do Qatar no início da época. O penta-Campeão do Mundo acabou por forçar um pouco em demasia o andamento, cometendo pequeno erro e fazendo pequena incursão por fora de pista, o que deixou o caminho livre para o líder doCameponato rumar à meta sem pressões.

O contundente triunfo do jovem da Ducati foi uma surpresa até para o próprio: "Se me tivessem dito no ano passado que por esta altura tinha ganho três corridas ter-me-ia rido!", exclamou o australiano de 21 anos que resumiu este domingo como sendo "um dia perfeito."

Stoner teve de reconhecer a importância da velocidade de ponta da Ducati. "O ritmo da corrida foi incrivelmente forte e nós estávamos muito rápidos nas rectas, pelo que aproveitei essa vantagem e depois limitei-me a manter-me na frente," disse.

"A única parte do circuito mais complicada para mim durante o fim-de-semana foi a curva antes da recta oposta, onde tive dificuldades em entrar bem, mas trabalhámos muito até encontrarmos a forma de sairmos com mais velocidade," acrescentou o australiano.

"Sabia que tinha o Valentino atrás de mim, mas concentrei-me e procurei não cometer erro. Esperava uma grande luta nas últimas voltas, mas depois do Valentino ter cometido o erro pude controlar a corrida. Foi mais uma corrida fantástica como no Qatar ou na Turquia, mas isto não muda a nossa forma de pensar. Estamos a trabalhar muito, prova a prova."

O seu companheiro de equipa, o veterano Loris Capirossi, completou a positiva jornada da escuderia de Bolonha com a sexta posição depois de largar da quinta linha da grelha de partida.

Tags:
MotoGP, 2007, SINOPEC GREAT WALL LUBRICANTS GRAND PRIX OF CHINA

Outras actualizações que o podem interessar ›