Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dovizioso crítico da atitude de Bautista

Dovizioso crítico da atitude de Bautista

Depois de mais uma corrida de 250cc dominado pelo Campeão do Mundo Jorge Lorenzo no Sinopec Great Wall Lubricants Grande Prémio da China, em que aumentou a vantagem na liderança do Campeonato para 27 pontos, o terceiro classificado Andrea Dovizioso não era um homem satisfeito.

Depois de mais uma corrida de 250cc dominado pelo Campeão do Mundo Jorge Lorenzo no Sinopec Great Wall Lubricants Grande Prémio da China, em que aumentou a vantagem na liderança do Campeonato para 27 pontos, o terceiro classificado Andrea Dovizioso não era um homem satisfeito.

Lorenzo, da Fortuna Aprilia, recuperou de sexto depois de erro inicial, que deu a liderança da corrida temporariamente a Dovizioso da Kopron Team Scot, para acabar por triunfar com 3,904s de vantagem.

Depois de ter ganho na Turquia, o italiano de 21 anos esperava mais que o terceiro posto em Xangai, mas foi mesmo com esse resultado que teve de se contentar depois da impressionante pilotagem apresentada por Álvaro Bautista, da Master Mapfre Aspar e que fez o espanhol a levar a melhor sobre Dovi por 1,127s.

Bautista rodou nos limites para passar Dovizioso, que não gostou da atitude do Campeão do Mundo de 125cc em pista.

"Não estou contente com o terceiro posto. O segundo lugar era meu e o Bautista foi incorrecto e perigoso. Ele sabia que tinha a possibilidade de o passar e fechou a porta," comentou um irritado Dovizioso.

"O Álvaro normalmente é um piloto correcto," continuou. "Mas desta vez este mal. Estou muito aborrecido porque o segundo lugar era muito importante para nós, rodei nos limites ao longo de toda a corrida, mas sei que o Lorenzo estava mais rápido. É claro que o tentei apanhar, mas a diferença foi aumentando a cada volta e era impossível chegar até ele. Espero ter uma boa corrida em Le Mans, necessitamos de pontos porque apesar do Campeonato ainda ser longo não queremos começar a ficar para trás."

Enquanto isso, mais satisfeito que desapontado com o resultado, Bautista revelou o seu lado da história comentando: "Foi uma corrida sempre nos limites. No final o Dovizioso estava impressionante nas travagens e acabámos por nos tocarmos, abrindo as nossas trajectórias, mas eu não me afastei tanto como ele e consegui mais um pódio. São três consecutivos nas quatro primeiras corridas, o que é fantástico. Estou muito contente."

Tags:
250cc, 2007, SINOPEC GREAT WALL LUBRICANTS GRAND PRIX OF CHINA, Andrea Dovizioso, Alvaro Bautista

Outras actualizações que o podem interessar ›