Compra de bilhetes
VideoPass purchase

As declarações dos três primeiros

As declarações dos três primeiros

As declarações dos três homens que se revelaram mais fortes no final da encharcada corrida de MotoGP desta tarde em Le Mans:

As declarações dos três homens que se revelaram mais fortes no final da encharcada corrida de MotoGP desta tarde em Le Mans:

Chris Vermeulen Rizla Suzuki (vencedor – 50m58,713s)
"Foi difícil desde o início, estava escorregadio quando fomos para a grelha. Vemos a água na pista e pensamos no quanto puxamos quando está seca e estamos com slicks. Houve muitos que passaram por mim e depois passei eu por eles, mas fui à boxe um volta mais cedo que a maior parte dos pilotos, mas isso não pareceu fazer grande diferença; eles estavam todos a sair das boxes quando estava a entrar na curva 1, por isso foi muito similar aí. Mas depois começou a ficar cada vez mais molhado e não consegui manter o acelerador a fundo na recta da meta, a moto fugia e abanava. Mas conseguimos chegar ao fim e conquistar a que espero ser a primeira de muitas vitórias."

Marco Melandri Honda Gresini (2º - 51m11,312s)
"Foi uma corrida inacreditável. No ano passado a primeira vez que trocámos de motos (Phillip Island) ganhei è frente do Chris (Vermeulen) e agora foi o contrário. Foi muito difícil porque quando começámos estava a chover um pouco e com os pneus slicks era mesmo assustador e víamos pilotos fazerem uma curva muito depressa e a seguinte muito devagar, o que tornou tudo um pouco estranho. Quando começou a chover com mais intensidade foi melhor porque trocámos de moto. Quando voltei para a pista estava na frente com o Chris e o John (Hopkins), e ele passou-me várias vezes, mas estava mais lento que eu. Quando o passei devia estar cerca de dois segundos mais lentos que o Chris e tentei apanhá-lo, mas começou a chover mais e tornou-se muito difícil porque não tinha protector no joelho, o que não me permitia controlar bem a frente da moto e ser suficientemente rápido para o apanhar. Depois de correr dois ou três riscos decidi deixar a corrida para o Chris."

Casey Stoner Ducato Marlboto (3º - 51m26,060s)
"Estou surpreso por me ter mantido na moto hoje. a primeira parte da corrida foi com pouco chuva e havia muita gente a rodar rápido como o Marco disse, mas algumas curvas depois estavam no chão, por isso não sabíamos o quanto podíamos puxar. Mas conseguimos passar essa parte e depois com o pneus de chuva limitei-me a tentar fazer as coisas com calma, jogar pelo seguro e creio que o fizemos. Fizemos tudo como deve ser. Passei por muito no principio da corrida e depois caí para oitavo ou nino, não conseguia ver o quadro das boxes. Mas no final da corrida consegui voltar ao pódio e terminar com um bom resultado."

Tags:
MotoGP, 2007, ALICE GRAND PRIX DE FRANCE, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›