Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Checa mantém-se optimista depois de queda

Checa mantém-se optimista depois de queda

Cair na corrida em Mugello está longe ser uma boa preparação para o Grande Prémio em casa de Carlos Checa no próximo domingo em Barcelona, mas o veterano da Honda LCR não se lesionou com o acidente e está pronto para voltar já à acção.

Cair na corrida em Mugello está longe ser uma boa preparação para o Grande Prémio em casa de Carlos Checa no próximo domingo em Barcelona, mas o veterano da Honda LCR não se lesionou com o acidente e está pronto para voltar já à acção.

Checa, cujo melhor resultado em Mugello foi o segundo lugar de 2000 nos primeiros tempos com a Yamaha, conhece bem a pista italiana já que é um dos mais experientes pilotos da grelha de MotoGP, mas acabou por cair quando rodava em 14º e tentava apanhar Colin Edwards e Shinya Nakano à entrada da chicane.

O catalão de 34 anos somo já três corridas não terminadas em seis disputadas, sendo que esta foi a segunda consecutiva e uma grande desilusão para a Honda LCR que corria em casa.

Depois da corrida Checa explicou: "É uma grande desilusão. Estava a tentar recuperar algumas posições e tinha o Colin e o Shinya à frente, mas estava a ser difícil. Não estava confortável de forma geral. Estava a puxar demais, a tentar o melhor resultado possível e caí. Não era essa a minha intenção, mas quando sentimos que algo não está bem devemos ter isso em atenção e tentar compreender. Mas agora temos de continuar com pensamento positivo e olhar para o fim-de-semana de Barcelona."

A caminho da Catalunha, Checa sabe que vai contar com forte apoio dos seus faz, mas também está consciente que será necessário grande esforço nas actuais circunstâncias para repetir o triunfo de 1996 em casa, um dos mais coloridos palcos do calendário de MotoGP.

Tags:
MotoGP, 2007, GRAN PREMIO D'ITALIA ALICE, Carlos Checa

Outras actualizações que o podem interessar ›