Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Ducati faz viagem pelas memórias em Donington

Ducati faz viagem pelas memórias em Donington

Com o Campeonato do Mundo de MotoGP a preparar-se para correr em Donington Park, os dois pilotos oficiais da Ducati regressam a uma pista da qual guardam boas memórias.

Com o Campeonato do Mundo de MotoGP a preparar-se para correr em Donington Park, os dois pilotos oficiais da Ducati regressam a uma pista da qual guardam boas memórias.

Para Casey Stoner, actual líder do Campeonato com 14 pontos de margem, o circuito britânico é o local onde tudo começou. Foi aqui que o australiano alinhou na primeira corrida de pista da carreira em 2000, estreando depois no Mundial no ano seguinte. Stoner apenas conseguiu um pódio em Donington, na 250cc em 2005, e agora depara-se com um traçado que não ser o ideal para si.

"Ainda estamos a aprender e a andar em frente, sempre a ganhar mais experiência com a Ducati. Depois de Barcelona vamos para Donington optimistas, pode ser um traçado difícil para nós, mas este ano já provámos que a Ducati é boa em muitos circuitos," explica Stoner, que foi premiado com uma Bianchi Scrambler XR pelo patrão reconhecido fabricante de motos, Davide Brambilla depois da vitória na Catalunha.

"Nunca consegui dominar Donington, mas vamos ver o que conseguimos fazer desta vez. A parte fluida é difícil, até à Craner e depois para o Old Hairpin travamos nas laterais dos pneus e moto move-se muito. Acho o circuito algo perigoso em alguns pontos, se os tiverem melhorado talvez seja mais agradável. Algumas das outras curvas são divertidas, por isso é muito complicado conseguir uma afinação de compromisso – ou afinamos para a parte apertada e sinuosa, que são muito importantes no final da corrida se estivermos em luta, ou então afinamos para as zonas mais rápidas, onde se ganha tempo. Ainda não estou a pensar no Campeonato, talvez mais para a frente na temporada possamos começar a fazê-lo, mas a forma como estamos agora é perfeita, por isso vamos continuar a agir da mesma forma."

Há 17 anos um mais jovem Loris Capirossi fez também o seu primeiro Grande Prémio em Donington Park. Vencendo a corrida de 125cc em 1990 aos comandos da sua Honda, o triunfo foi o pontapé de saída para a maravilhosa carreira do italiano.

"Vamos para Donington muito optimistas depois do difícil fim-de-semana de Barcelona e que terminou suficientemente bem, graças ao impressionante apoio da minha equipa e das pessoas que me rodeiam," disse o piloto de 34 anos. "Sempre gostei de Donington, não apenas por ter sido aqui que ganhei o meu primeiro GP em 1990. O circuito é um verdadeiro desafio de pilotagem, em particular na zona rápida, da Craner até à Coppice, mas as curvas mais apertadas no final da volta não são tão divertidas. É muito importante ter boas características de motor para esta pista, por isso provavelmente vamos experimentar as especificações de motor que utilizei em Mugello. Penso que estas especificações também vão ajudar em alguns dos traçados que se seguem, como Sachsenring e Laguna Seca. Também é importante sentirmo-nos bem com a frente da moto em Donington, necessitamos disso para atacarmos as curvas rápidas, e isso é algo que temos melhorado nas últimas provas."

Tags:
MotoGP, 2007, NICKEL & DIME BRITISH GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›