Compra de bilhetes
VideoPass purchase

West impressiona com resultado nos dez primeiros

West impressiona com resultado nos dez primeiros

Um resultado nos dez primeiros para Anthony West apenas na sua segunda corrida pela Kawasaki deixou o patrão da formação Michael Bartholemy impressionado em Assen, tudo devido à qualidade demonstrada pelo australiano de 25 anos ao longo da corrida.

Um resultado nos dez primeiros para Anthony West apenas na sua segunda corrida pela Kawasaki deixou o patrão da formação Michael Bartholemy impressionado em Assen, tudo devido à qualidade demonstrada pelo australiano de 25 anos ao longo da corrida.

Sétimo da grelha após a positiva qualificação de sexta-feira, West viu-se envolvido numa batalha com alguns talentos do MotoGP que acabou por durar toda a corrida. Carlos Checa, Marco Melandri e Alex Hofmann mantiveram o jovem da Kawasaki em alerta máximo ao longo da corrida, mas foram incapazes de forçar o erro em West com a Ninja ZX-RR800. Em conversa depois da corrida, o responsável de competição Bartholemy revelou-se deliciado com a performance do seu novo piloto.

"O Anthony fez uma corrida fantástica. Não é frequente impressionarem-me, mas tenho de dizer que hoje ele o fez. Teve apenas algumas horas na moto no seco, mas é foi um lutador em despique directo do o Checa, Hofmann e Melandri. Estou mesmo contente. Na última volta ainda não acreditava que ele podia terminar naquela posição, mas conseguiu. Foi um trabalho fantástico," disse.

West também estava contente com o resultado e ainda mais com a possibilidade de aprender com os pilotos que o rodearam ao longo de toda a corrida.

"Estava nervoso na partida, assim que larguei a embraiagem sabia que a minha largada não seria boa. Houve muitos que me passaram e não consegui nada de jeito nas primeiras voltas, mas depois encontrei o ritmo. O Hofmann, Checa e Melandri e eu formámos um grupo e lutámos durante o resto da corrida. Trocámos muitas vezes de posições e tentámos tudo: chegou mesmo a ser louco por vezes. Foi uma grande experiência e aprendi muito. Estou mesmo contente por me ter mantido com eles até ao final da corrida e não me ter afastado do grupo. Estou mesmo contente, já que um dos meus objectivos era terminar no Top 10 este ano, mas não esperava que fosse nesta corrida!"

Mas nem tudo foram rosas para a Kawasaki no sábado. Randy de Puniet, que se qualificou na primeira linha, foi incapaz de converter o resultado de sexta-feira num bom desfecho na corrida já que sofreu queda depois de tocar no homem da pole Chris Vermeulen. Mesmo assim, o francês tem estado em boa forma nos últimos tempos e, se conseguir evitar erros como este, pode mesmo ser um candidato ao público na segunda metade da época.

"Estou desapontado porque fiz má largada, perdi oito posições desde a largada até à primeira curva e não sei porquê. Tenho mesmo de trabalhar nisso. Depois disso passei alguns pilotos e cheguei a oitava, atrás do Vermeulen. Tentei passá-lo, mas a frente da minha mota tocou na dele e saímos de pista. Tenho pena pelo Chris e por ter desapontado a equipa porque podia ter sido um bom fim-de-semana."

Tags:
MotoGP, 2007, A-STYLE TT ASSEN, Anthony West

Outras actualizações que o podem interessar ›