Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner e Capirossi totalmente concentrados para Sachsenring

Stoner e Capirossi totalmente concentrados para Sachsenring

A liderar o Campeonato do Mundo de MotoGP, Casey Stoner ruma a Sachsenring esta semana para a primeira de uma série de corridas em que ainda não conseguiu terminar desde que ingressou na categoria rainha.

A liderar o Campeonato do Mundo de MotoGP, Casey Stoner ruma a Sachsenring esta semana para a primeira de uma série de corridas em que ainda não conseguiu terminar desde que ingressou na categoria rainha.

O australiano caiu na corrida de Laguna Seca, nos Estados Unidos no ano passado, mas no palco do Grande Prémio deste fim-de-semana foi o ponto mais baixo da época de Stoner. O piloto nem chegou a largar depois de cair com a Honda RC211V durante o warm-up e não teve autorização para alinhar na ronda germânica do campeonato.

Contudo, a pista é ainda um local de boas memórias para Stoner dos dias das categorias mais baixas. O piloto da Ducati Marlboro consegui o primeiro pódio da carreira em Sachsenring e espera averbar o melhor resultado da sua carreira no traçado com a 800cc no GP da Alemanha.

"Ainda estamos a aprender em todas as corridas no que respeita à afinação da moto, especialmente quando vamos para circuito de características diferentes," diz Stoner. "A Ducati e a Bridgestone têm trabalhado bem em quase todos os traçados, por isso quando formos para a Alemanha vamos concentrar-nos e continuar a fazer o que temos feito. Consegui o meu primeiro pódio em Sachsenring, a pista é divertida numa 125cc, mas é um pouco mais complicada em algumas curvas com uma moto de MotoGP. Necessitamos mesmo de boa aderência lateral porque ao longo de muitas dessas curvas longas temos de continuar com o acelerador aberto durante o máximo de tempo possível. Também precisamos de rodar bem nas curvas a subir e descer – descer rumo àquelas esquerdas é algo assustador, temos de garantir que a suspensão está boa, depois voltamos a subir e outra vez a descer. Quando se passa o topo na curva 12 a traseira fica muito leve e quer fugir, por isso necessitamos de alguma tracção nesse ponto."

Alvo de grande especulação quando à formação em que vai rodar no próximo ano, Loris Capirossi não teve a primeira metade de temporada esperada em 2007. o italiano chega ao Sachsenring com a esperança de ver a sorte mudar, mantendo a ideia que o trabalho árduo pode mudar as coisas este ano.

"Gosto muito de Sachsenring, apesar de ser sempre um pouco estranho numa moto de MotoGP porque há muitas curvas lentas e apertadas. Penso que a pista será mais divertida numa 800cc que numa 990cc porque as novas motos são um pouco mais pequenas, por isso mais rápidas nas curvas," analisa Capirossi.

"A primeira parte é muito lenta, mas a partir da curva 6 ou sete torna-se muito interessante. A curva 12 é muito excitante, depois descemos a caminho da 13. Vamos para esta corrida depois de fins-de-semana difíceis em Donington e Assen. Mas as corridas são assim, por vezes as coisas não correm como queremos e a única resposta é continuar tranquilo e não deixar de trabalhar para melhorar as coisas. Temos conseguido alguns melhoramentos na moto nas últimas corridas, mas até ao momento não conseguimos convertê-los em bons resultados."

Tags:
MotoGP, 2007, ALICE MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Loris Capirossi, Casey Stoner

Outras actualizações que o podem interessar ›