Compra de bilhetes
VideoPass purchase

A história do Grande Prémio dos Estados Unidos

A história do Grande Prémio dos Estados Unidos

O Red Bull Grande Prémio dos EUA deste fim-de-semana será a 11ª vez que as motos correm nos Estados Unidos.

O Red Bull Grande Prémio dos EUA deste fim-de-semana será a 11ª vez que as motos correm nos Estados Unidos.

Os primeiros dois eventos tiveram lugar em 1964 e 1965 no famoso traçado de Daytone; os outros oito tiveram lugar em Laguna Seca. O motogp.com faz agora uma viagem pelos momentos altos dos anteriores Grandes Prémios dos EUA:

1964 – O primeiro Grande Prémio dos EUA contou com quatro classes: as 500cc, ganhas por Mike Hailwood (MV Agusta), as 250cc - Alan Shepherd (MZ), as 125cc e as 50cc ambas ganhas por Hugh Anderson (Suzuki). Na corrida de 500cc o público assistiu a fantástica batalha na frente entre Hailwood e o argentino Benedicto Caldarella aos comandos de uma Gilera. Isto deu-se numa altura em que a categoria rainha não tinha a força que tem hoje e quando a moto da Caldarella cedeu no final da corrida Hailwood terminou com duas voltas de vantagem sobre o segundo classificado Phil Read na sua Matchless.

O principal interesse caseiro surgiu nas 250cc onde Ron Grant (Parilla) e Bo Gehring (Bultaco) terminaram em segundo terceiro, tornando-se assim nos primeiros norte-americanos a conquistarem um pódio em qualquer categoria dos Grandes Prémios.

1965 – Hailwood voltou a dar uma volta de avanço a todo o pelotão ao triunfar na corrida de 500cc em Daytona. Buddy Parriott terminou em Segundo, tornando-se no primeiro norte-americano a averbar um pódio na categoria rainha.

1988 – Depois de uma paragem de 22 anos, os Grandes Prémios regressaram aos EUA, em Laguna Seca, com as corridas das 500cc e 250cc. Foram pilotos norte-americanos que terminaram no mais alto dos pódios – Eddie Lawson (Yamaha) nas 500cc e Jim Filice nas 250. Esta foi a primeira e única vitória de Filice num Grande Prémio, um feito que surgiu na sequência da substituição da Masahiro Shimizu aos comandos de uma Honda de fábrica.

1989 – Mais uma vez um piloto norte-americano garantiu o triunfo com Wayne Rainey (Yamaha) a levar a melhor nas 500cc à frente de Kevin Schwantz e Lawson. John Kocinski (Yamaha) ganhou nas 250cc como wild-card.

1990 – Rainey e Kocinski repetiram os sucessos do ano anterior, acabando depois por se sagrarem Campeões do Mundo nesse mesmo ano.

1991 – Rainey ganhou a corrida de 500cc pela terceira vez consecutiva, enquanto nas 250cc o triunfo foi para Luca Cadalora (Honda), que se tornou no primeiro Europeu a ganhar um GP em Laguna Seca.

1993 – O Grande Prémio regressou a Laguna Seca depois de um ano de ausência. Kocinski averbou a primeira vitória de sempre da Cagiva num GP de 500cc seco. Loris Capirossi ganhou nas 250cc e Dirk Raudies nas 125cc que se estreou neste ano no circuito de Laguna Seca.

1994 - Cadalora (Yamaha) tornou-se no primeiro (e até ao momento o único) não norte-americano a vencer um GP da categoria rainha em Laguna Seca. Este foi o último ano em que o evento contou com a presença das 250cc e das 125cc, provas ganhas por Doriano Romboni e Takeshi Tsujimura, respectivamente, com ambos a rodarem aos comandos de máquinas Honda. Veja os momentos altos da corrida no link de vídeo à esquerda.

2005 – Depois de uma ausência de dez anos os Grandes Prémios regressaram aos Estados Unidos e foram os pilotos da casa que dominaram com Nicky Hayden a garantir a primeira vitória da carreira nos Grandes Prémios à frente de Colin Edwards. Esta foi também a primeira vitória da Honda na categoria rainha em Laguna Seca. Veja os momentos altos da corrida no link de vídeo à esquerda.

2006 – Hayden repetiu o triunfo do ano anterior, desta feita a caminho da conquista do primeiro título Mundial por parte de um piloto norte-americano desde a introdução das máquinas a 4 tempos. Veja os momentos altos da corrida no link de vídeo à esquerda.

Tags:
MotoGP, 2007, RED BULL U.S. GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›