Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner quebra enguiço da pole de MotoGP em Laguna Seca

Stoner quebra enguiço da pole de MotoGP em Laguna Seca

O líder do Campeonato do Mundo de MotoGP Casey Stoner dominou de início a fim a 11ª jornada do Mundial. Depois de se apresentar como o piloto mais rápido em todas as sessões de treinos no traçado californiano, o australiano da Ducati Marlboro logrou magnificou triunfo e, ao mesmo tempo, quebrar o enguiço da pole de MotoGP que se estendia já desde o GP de Portugal do ano passado.

O líder do Campeonato do Mundo de MotoGP Casey Stoner dominou de início a fim a 11ª jornada do Mundial. Depois de se apresentar como o piloto mais rápido em todas as sessões de treinos no traçado californiano, o australiano da Ducati Marlboro logrou magnificou triunfo e, ao mesmo tempo, quebrar o enguiço da pole de MotoGP que se estendia já desde o GP de Portugal do ano passado.

O seu compatriota Chris Vermeulen, da Rizla Suzuki, foi o único que almejou alguma luta, mas a verdade é que o piloto da Ducati oficial se revelou demasiadamente forte para a concorrência, tornando-se desta forma no segundo piloto não norte-americano a almejar o triunfo no traçado de Laguna Seca.

Enquanto isso, mais atrás Marco Melandri, da Honda Gresini, apesar de lesionado acabou por levar a cabo fenomenal corrida. Vindo do 10º posto da grelha depois da aparatosa queda a alta velocidade nos primeiros dez minutos de qualificação, o italiano logrou excelente corrida ascendendo ao terceiro posto depois de bater, com alguma facilidade, Valentino Rossi no embate directo e, com isso, mostrando a supremacia dos Bridgestone sobre os Michelin no traçado norte-americano.

Por seu turno, "The Doctor" teve também uma prova para esquecer. Após o nulo em Sachsenring devido a espectacular queda, o cinco vezes Campeão do Mundo queria a todo o custo redimir-se e recuperar os pontos perdidos para Stoner na luta pelo ceptro, mas a verdade é que tal não lhe foi possível. Depois de uma qualificação menos bem sucedida, Rossi não conseguiu melhor que o quarto posto, quedando-se assim a 44 pontos de Stoner na luta pelo título após aquela que foi a última corrida antes da paragem de Verão.

Para esquecer foi a prova da Repsol Honda. Se Dani Pedrosa, vencedor da Alemanha, acabou por terminar em quinto depois de ter chegado a rodar em primeiro nas primeiras curvas de Laguna Seca, já Nicky Hayden viu-se obrigado a desistir depois de dois triunfos consecutivos em casa e de dois terceiros lugares em Assen e Sachsenring este ano. Um resultado negro para o Campeão do Mundo que assim acabou mesmo por dizer adeus à luta pela revalidação do ceptro.

Muito bem esteve também Randy de Puniet. O francês da Kawasaki Racing, o melhor da "Equipa Verde", logrou positivo sexto posto à frente do companheiro de equipa Anthony West que conseguiu assim o seu melhor resultado na categoria rainha. Makoto Tamada, da Dunlop Yamaha Tech 3, logrou também magnífica performance ao terminar na oitava posição, batendo o veterano Alex Barros, da Pramac d'Antin, e Roger Lee Hayden, o wild card da Kawasaki Racing, o melhor piloto da casa em Laguna Seca, um traçado usualmente favorável aos pilotos norte-americanos.

Colin Edwards, da Fiat Yamaha, foi o 11º e segundo entre os pilotos da casa, enquanto John Hopkins (Rizla Suzuki), que foi prejudicado por toque de Hayden na primeira volta, logrou, ainda assim terminar em 15º e somar um ponto. O outro estreante do fim-de-semana, e chamado à última da hora devido à lesão de Alex Hofmann, da Pramac d'Antin Ducati, terminou na 16ª posição.

Tags:
MotoGP, 2007, RED BULL U.S. GRAND PRIX, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›