Compra de bilhetes
VideoPass purchase

De Puniet e Pedrosa reflectem sobre acidente

De Puniet e Pedrosa reflectem sobre acidente

Depois do prejudicial acidente da primeira volta de MotoGP ontem em Misano e que acabou com as esperanças de três pilotos num instante, Dani Pedrosa e Randy de Puniet falaram do acidente de forma pragmática.

Depois do prejudicial acidente da primeira volta de MotoGP ontem em Misano e que acabou com as esperanças de três pilotos num instante, Dani Pedrosa e Randy de Puniet falaram do acidente de forma pragmática.

O acidente afectou também o companheiro de Pedrosa na Repsol Honda, Nicky Hayden, que teve de passar pela gravilha para evitar a colisão, perdendo muito terreno depois de se ter qualificado na primeira linha e acabando na 13ª posição.

Tocado pela Kawasaki de De Puniet, que perdeu o controlo do pneu traseiro, a corrida ficou de imediato terminada para Pedrosa que sofreu a segunda queda do ano sem culpas no cartório – situação muito semelhante à que aconteceu em Istambul.

Contudo, o jovem catalão não apontou culpas a ninguém e tentou manter-se filosófico em relação ao azar, comentando: "Este acidente é realmente uma pena porque fiz boa partida e tinha a possibilidade de fugir com os líderes. Estava a entrar para a segunda curva quando me bateram, foi aí que dei conta."

"Há sempre a possibilidade deste tipo de acidentes acontecerem nas primeiras curvas da corrida, especialmente numa pista tão estreita como esta. Foi azar ter-me acontecido isto pela segunda vez, porque já na Turquia me aconteceu o mesmo. A única coisa positiva foi o facto de não me ter magoado. É uma desilusão, mas temos de colocar isto atrás das costas e continuar a lutar pela melhor posição possível no Campeonato. Espero melhor sorte em Portugal."

Enquanto isso, De Puniet foi incapaz de explicar o que causou o acidente, dizendo: "Não sei o que aconteceu, temos de verificar os dados porque quando tentei mudar de direcção, para entrar na esquerda, perdi a traseira, toquei no Pedrosa e deu-se o acidente. Não sei se usei, ou não, o travão traseiro, que verificar os dados para ter melhor ideia que aconteceu."

"É claro que estou desapontado. Sinto que fiz tudo bem no fim-de-semana, por isso terminar a corrida na segunda curva não é muito bom. Felizmente não há lesões: o pisa-pés acertou-me nas costas quando caí, e ainda me dói, mas não é nada de grave. Mas é claro que não estou muito contente."

Tags:
MotoGP, 2007, GP CINZANO DI SAN MARINO E DELLA RIVIERA DI RIMINI, Dani Pedrosa

Outras actualizações que o podem interessar ›