Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Elias regressa ao palco da primeira vitória de MotoGP

Elias regressa ao palco da primeira vitória de MotoGP

Ainda lesionado, o piloto da Gresini Honda, Toni Elias, regressa ao palco de um dos melhores momentos da sua carreira neste fim-de-semana quando correr em Portugal pela primeira vez desde que se estreou a vencer no MotoGP na temporada passada.

Ainda lesionado, o piloto da Gresini Honda, Toni Elias, regressa ao palco de um dos melhores momentos da sua carreira neste fim-de-semana quando correr em Portugal pela primeira vez desde que se estreou a vencer no MotoGP na temporada passada. O espanhol foi protagonista de uma das mais excitantes corridas de 2006 e bateu Valentino Rossi e Kenny Roberts Jr na corrida rumo à bandeira de xadrez por uma das mais escassas margens de todos os tempos. Ainda a recuperar da lesão sofrida em Assen, Elias tem estado a trabalhar arduamente para melhorar a condição física e tem andado já sem qualquer tipo de ajuda ao longo das últimas semanas.

Estou contente por estar de regresso a um circuito do qual tenho excelentes memórias. A vitória do ano passado em MotoGP foi provavelmente o melhor momento da minha carreira, mas agora estou apenas desejoso por me dar bem este domingo, explica o jovem piloto da Gresini Honda.

Estou apenas a tentar melhorar e minha prestação em cada corrida fui 11º em Brno depois de três corridas de fora e sétimo em Misano. Não são os resultados que quero, mas de momento estou fisicamente limitado. Gosto da pista, especialmente da chicane a subir, que caracteriza o tipo de curvas que temos neste traçado um esse lento, mas técnico, provavelmente a curva mais lenta do mundo. A recta é longa, quase de um quilómetro, muito rápida e seguida de forte travagem. A última curva é bastante rápida e crucial para um bom tempo.

O companheiro de equipa Marco Melandri também não está ao melhor nível em termos físicos, mas ainda assim tem conseguido resultados positivos. O italiano foi quarto no regresso a Misano e cai motivado e descansado para o Estoril.

Estou muito motivado. A moto e os pneus estão a elevado nível e agora só necessitamos de um resultado à altura. Estou apostado em voltar ao pódio, como fiz em Laguna, porque seria uma boa forma de retribuir à equipa que tem trabalhado muito e me tem dado tanto, reconhece Melandri que sofreu uma série de lesões ao longo da sua carreira de Grandes Prémios. Será um grande desafio para nós em Portugal o Estoril é um circuito difícil, como muitas curvas de primeira velocidade e duas longas rectas, um de quinta, outra de sexta, onde podemos lutar um bocado. As características da nossa moto são melhores para um circuito mais fluído, mas estou preparado para esta corrida que nos vai levar depois ao Japão, Austrália e Malásia antes de voltarmos à Europa para fecharmos o Campeonato em Valência.

Tags:
MotoGP, 2007, bwin.com GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, Toni Elias

Outras actualizações que o podem interessar ›