Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Resultados mistos para a Repsol Honda em Sepang

Resultados mistos para a Repsol Honda em Sepang

Depois de Dani Pedrosa, da Repsol Honda, ter conquistado o terceiro posto no muito disputado Polini Grande Prémio da Malásia de Motociclismo e do seu companheiro de equipa Nicky Hayden ter terminado em nono depois de uma incursão por fora da pista, ambos os pilotos teceram os seus comentários à corrida ao motogp.com.

Depois de Dani Pedrosa, da Repsol Honda, ter conquistado o terceiro posto no muito disputado Polini Grande Prémio da Malásia de Motociclismo e do seu companheiro de equipa Nicky Hayden ter terminado em nono depois de uma incursão por fora da pista, ambos os pilotos teceram os seus comentários à corrida ao motogp.com.

Partindo da pole pela terceira vez consecutiva, Pedrosa era segundo, atrás de Casey Stoner na primeira curva, e manteve-se próximo do novo Campeão do Mundo nos momentos iniciais.

Contudo, na nona volta Marco Melandri (Gresini Honda) conseguiu passar o piloto catalão e com a temperatura da pista a chegar aos 40º, Pedrosa esperava já que o calor afectasse a prestação dos seus pneus com o desenrolar da corrida.

Mesmo assim, os compostos Michelin da sua RC212V estiveram à altura da tarefa, permitindo ao piloto de 22 anos estabelecer o seu melhor registo da corrida na 17ª volta e cruzar a linha de meta em terceiro a apenas 2,326s de Stoner.

Com dúvidas quanto aos pneus antes da corrida, Pedrosa ficou muito contente e surpreso com o ritmo apresentado na segunda parte da corrida de Sepang comentando: Depois de algum tempo, quando comecei a ficar com menos combustível, comecei a sentir-me mais confiante e tentei melhorar os meus tempos por volta, por isso os tempos por volta que fiz foram uma surpresa. Estou muito contente com o terceiro lugar, mas não esperávamos que as coisas nos corressem tão bem.

O resultado traduziu-se no sétimo pódio da época para Pedrosa, pelo que mantém ainda a possibilidade matemática de chegar ao segundo posto no Campeonato, já que está a 24 pontos de Valentino Rossi.

Enquanto isso, Hayden fez fraca largada de sexto da grelha e caiu para 11º na primeira volta antes de começar a sua breve recuperação. O Campeão do Mundo de 2006 apresentou o ritmo dos homens da frente e recuperou várias posições, mas alargou a trajectória na volta 12 ao tentar passar Toni Elias para chegar a sexto e caiu para 10º.

Na sua habitual forma determinada, o norte-americano de 26 recusou-se a desistir e no final bateu o compatriota Colin Edwards para terminar em nono.

Depois de mais um contratempo no que tem sido uma árdua temporada para o Kentucky Kid, comentou: É frustrante porque a moto, a equipa e todo o conjunto davam para mais que um nono posto e hoje cometi um erro estúpido que nos custou muito.

Para ver as entrevistas dos dois pilotos da Repsol Honda siga os links de vídeo à esquerda.

Tags:
MotoGP, 2007, POLINI MALAYSIAN MOTORCYCLE GRAND PRIX, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›