Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Capirossi revê temporada de 2007 e olha para 2008

Capirossi revê temporada de 2007 e olha para 2008

Um dos vários pilotos de MotoGP a marcar presença no Salão Internacional de Bolonha de 2007 este fim-de-semana foi Loris Capirossi, que acabou por fazer um resumo da época que agora terminou e antecipar um pouco o que espera do próximo ano com a Rizla Suzuki.

Um dos vários pilotos de MotoGP a marcar presença no Salão Internacional de Bolonha de 2007 este fim-de-semana foi Loris Capirossi, que acabou por fazer um resumo da época que agora terminou e antecipar um pouco o que espera do próximo ano com a Rizla Suzuki.

Na conferência de imprensa do evento organizado pela "Gazzatta dello Sport", Capirossi disse: "Lutei muito com a mudança das 990cc para as 800cc. Com a 990cc havia muito mais binário e potência, era fácil fazê-la escorregar e usar a traseira para curvar."

"Com a 800cc quase não se escorrega e tive nunca consegui encontrar forma de fazer as curvas da forma que queria ao longo do ano. Abri muitas trajectórias e foi fácil para os meus rivais ultrapassarem-me."

"As coisas foram difíceis para mim, enquanto o meu companheiro de equipa Casey Stoner esteve no topo da forma, vencendo uma corrida atrás da outra, por isso era lógico que a equipa se concentrasse mais no estilo de pilotagem dele que no meu."

Apesar das coisas não terem corrido como esperava ao longo dos últimos 12 meses, Capirossi mantém o seu habitual optimismo quando a 2008 e está excitado com o desafio que tem pela frente depois de ter decidido mudar de equipa ao cabo de cinco temporadas com a Ducati.

"Estou no Campeonato do Mundo há 19 anos, mas mais que nunca estou desejoso por todos os testes e por começar a nova época," disse o popular veterano italiano.

"Quero mostrar desde a primeira corrida que ainda consigo lutar por vitórias. Estamos muito motivados e queremos bater todos e, é claro, isso inclui os pilotos Ducati."

"Porque é que escolhi a Suzuki? Tinha várias ofertas, incluindo um lugar na formação satélite da Ducati, mas com os técnicos da Suzuki tinha um bom feeling. Já testei uma moto mais actualizada em comparação com a que fizeram correr no ano passado e sinto que se adapta muito bem ao meu estilo de pilotagem. Em Janeiro vou testar a nova moto e estou muito confiante."

"Deixar a Ducati foi difícil, mas não foi triste. Necessitava de nova motivação e encontrei-a na Suzuki. Temos de trabalhar em vários pontos para estarmos prontos. Podemos ter alguma vantagem com os pneus. A Suzuki e a Bridgestone há algum tempo que têm boa relação, por isso é uma vantagem para nós."

Tags:
MotoGP, 2007, Loris Capirossi

Outras actualizações que o podem interessar ›