Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Alterações da Comissão de Grandes Prémios aos regulamentos para 2008

Alterações da Comissão de Grandes Prémios aos regulamentos para 2008

A Comissão de Grandes Prémios, composta por Carmelo Ezpeleta (Presidente da Dorna), Claude Danis (FIM), Hervé Poncharal (IRTA) e Takanao Tsubouchi (MSMA), em presença de Paul Butler (Secretário do encontro), numa reunião realizada a 12 de Dezembro em Barcelona, decidiu por unanimidade a introdução uma série de alterações ao regulamento do Campeonato do Mundo que entram em vigor a partir de 1 de Janeiro de 2008.

A Comissão de Grandes Prémios, composta por Carmelo Ezpeleta (Presidente da Dorna), Claude Danis (FIM), Hervé Poncharal (IRTA) e Takanao Tsubouchi (MSMA), em presença de Paul Butler (Secretário do encontro), numa reunião realizada a 12 de Dezembro em Barcelona, decidiu por unanimidade a introdução uma série de alterações ao regulamento do Campeonato do Mundo que entram em vigor a partir de 1 de Janeiro de 2008.

Tais alterações dizem respeito a toda a competição do MotoGP, com ajustamentos subtis em aspectos técnicos como peso da carenagem, ângulos dos guarda-lamas e ventilação do depósito de combustível e aumento da disponibilidade de pessoal médico e bombeiros no local. Contudo, para concluir um ano em que as regras de pneus foram o principal ponto de interesse na actividade fora de pista, foram introduzidas algumas correcções aos regulamentos de pneus.

Os fabricantes de pneus de MotoGP, actualmente dois na forma da Bridgestone e Michelin, serão agora obrigados a eleger apenas um circuito de Grandes Prémios como pista de testes para um máximo de quatro dias. Além disso, as duas companhias terão a oportunidade de testar em Indianapolis e qualquer outra pista com significativas zonas com novo piso como forma de preparação para a corrida, se bem que sem um piloto habitual do MotoGP.

As alterações da Comissão de Grandes Prémios aos regulamentos na íntegra:

1.3 O Paddock

1.3.4 Quando o Paddock é ocupado deve existir um serviço médico e de bombeiros adequado disponível para todos os pilotos, equipas, construtores, patrocinadores, companhias de serviços, oficiais, FIM, Dorna, IRTA, etc.

No mínimo os serviços têm de estar disponíveis das 08h00 às 18h00 nos dois dias que antecedem o dia de instalação das equipas e ao longo de 24 horas nos restantes dias do evento, terminando à meia-noite do dia seguinte à corrida.

1.15 Treinos
1.15.1 Restrições de Treinos
1.15.1.3 Testes das companhias de pneus

a) O fabricantes de pneus que fornecem a classe de MotoGP podem, antes do primeiro evento de cada ano, designer e informar a Direcção de Corrida de um circuito de Grandes Prémios para testes durante a temporada e durante as paragens com motos de MotoGP durante um máximo de quatro dias, mas não com pilotos designados pelas equipas e nunca antes do evento que tem lugar nessa pista.

b) Se solicitado por qualquer fabricante fornecedor de pneus à classe de MotoGP terá de ser realizado um teste de dois dias, mas não com pilotos designados pelas equipas, pelo menos quatro semanas antes de qualquer evento agendado para um circuito de Grande Prémio não constante do calendário do ano anterior ou que, na opinião da Comissão de Grandes Prémios, tenha sido substancialmente reasfaltado desde o último evento no traçado.

1.18 Procedimento de Partida
7)
Os pilotos de MotoGP podem utilizar um gerador para os aquecedores de pneus na grelha. Apenas pode ser utilizado um gerador por moto. O gerador tem de ser transportável à mão e ter uma capacidade máxima de saída de dois quilowatts.

17) A segunda moto pode manter-se dentro da box até à altura de ser usada na corrida, mas qualquer troca de moto terá de ser feita no pit lane.

1.21 Comportamento Durante Treinos e Corrida

8) Os pilotos podem entrar nas boxes durante a corrida, mas podem levar a moto para dentro das boxes. Na classe de MotoGP, no caso de uma troca de máquina durante a corrida (Art. 1.18.17), se uma moto que este activa na corrida entrar na box, esta moto não poderá voltar a ser usada na corrida.

Reabastecimentos são totalmente proibidos.
Qualquer infracção a esta regra será penalizada com desclassificação.

17) Se o piloto vencedor desejar rodar com uma bandeira, terá sair do asfalto para receber a bandeira e só poderá voltar à pista quando for seguro fazê-lo.

Regulamentos Técnicos

2.2 Classes
MotoGP: Até 800cc Cilindros ilimitados

2.3 Motores

2.3.1 Os motores podem operar a dois ou quatro tempos apenas. Para o MotoGP apenas são permitidos motores de 4 tempos.

A secção normal de cada cilindro e pistão na vista de plano tem de ser circular. As secções circular dos cilindros e pistões são definidas como tendo menos de 5% de diferença no diâmetro medido em quaisquer dois pontos.

2.6 Depósitos de Combustível

2.6.2 Os respiradores dos depósitos de combustível têm de incluir uma válvula de não-retorno. Os respiradores dos depósitos de combustível têm de fazer as descargas para um recipiente próprio, um por moto com uma capacidade mínima de 200cc e máxima de 250cc.

2.6.5 A capacidade do depósito de combustível para um protótipo de MotoGP é no máximo de 21 litros.

2.6.6 O reabastecimento só pode ser feito a partir de um recipiente não pressurizado, e o depósito de combustível da moto não pode ser artificialmente pressurizado acima da pressão atmosférica em qualquer altura. Não é permitido ventilar os depósitos de combustíveis para a atmosfera através da airbox para equilibrar a pressão na airbox e no depósito de combustível.

2.7 Critérios de Segurança e Construção

2.7.2.3. Tem de haver pelo menos 30mm entres o guiador e o depósito de combustível, quadro e/ou carenagem nos extremos do limite da direcção.

2.7.7 Carenagem

2.7.7.6 O banco tem de ter uma altura máxima (aproximada) da secção vertical atrás da posição do piloto de 150mm. As medidas serão feitas a um ângulo de 90º ao topo da superfície plana da posição do piloto, excluindo qualquer banco ou cobertura. Qualquer câmara ou antena a bordo montada na unidade do banco não se incluí nesta medida.

2.7.7.7 Os guarda-lamas não são obrigatórios. Quando montados, os guarda-lamas frontais não podem ir além de:

a. Na frente de uma linha desenhada para cima e para a frente a 45º de uma linha horizontal através da jante da frente.
b. Abaixo de uma linha traçada na horizontal e para trás da roda da frente.
As montagens do guarda-lamas e coberturas das pernas do garfo, junto às suspensões e roda, e coberturas dos discos de travões não são consideradas partes dos guarda-lamas.
2.9 Restrições de pneus para MotoGP

2.9.7 Na improvável situação de um pneu se danificar acidentalmente antes de ser usado (por exemplo durante o processo de montagem) e considerado inutilizável pelo Director Técnico pode ser substituído por um pneu da mesma especificação com permissão do Director Técnico. Tal substituição de pneus será marcada e incluída no lote do piloto a que diz respeito. O pneu danificado será removido do lote e não poderá voltar a ser atribuído.

2.10 Números e Fundos

2.10.3 Nas classes de 125cc e 250cc a parte principal do número tem de ser de uma só cor em distinto e forte contraste com a cor de fundo.

Código Disciplinar e de Arbitragem

3.4.1 Direito de protestar

Qualquer pessoa, piloto, equipa, construtor, oficial, etc, natural ou judicial afectado por uma decisão tomada sob a autoridade da FIM tem o direito de protestar contra essa decisão.

Nenhum protesto pode ser apresentado contra uma constatação de facto da Direcção de Corrida envolvendo ou não:
- mudanças de posição.
- passagem pelas boxes.
- desclassificação dos treinos ou corrida através de bandeira negra com disco laranja.
- multa por excesso de velocidade no pit lane.

Nenhum protesto pode ser apresentado contra uma constatação de facto da Direcção de Corrida com base num photo finish.

3.4.3 Procedimento e tempo limite para protestos

Todos os protestos têm de ser submetidos e assinados apenas pela pessoa directamente afectada. Cada protesto tem de se referir a um só caso e tem de ser apresentado no máximo 1 hora depois da publicação dos resultados ou da notificação da decisão da Direcção de Corrida. Os protestos têm de ser entregues a um responsável oficial (Director de Pista, Direcção de Corrida ou Secret

Tags:
MotoGP, 2007

Outras actualizações que o podem interessar ›