Compra de bilhetes
VideoPass purchase

FFM passa a contar com mais um nome experiente

FFM passa a contar com mais um nome experiente

Ver um Rossi ao lado de um técnico vencedor do Campeonato do Mundo não é nada de novo para quem tenha mais que breves encontros com o MotoGP. Contudo, esta não é uma história de alguém que tenha vencido o mundial da categoria rainha por cinco vezes e de um Chefe de Mecânicos frontal, mas antes a de um jovem estreante a quem foi dada a grande oportunidade de chegar ao sucesso graças à sua equipa.

Ver um Rossi ao lado de um técnico vencedor do Campeonato do Mundo não é nada de novo para quem tenha mais que breves encontros com o MotoGP. Contudo, esta não é uma história de alguém que tenha vencido o mundial da categoria rainha por cinco vezes e de um Chefe de Mecânicos frontal, mas antes a de um jovem estreante a quem foi dada a grande oportunidade de chegar ao sucesso graças à sua equipa.

Louis Rossi estreia-se nas 125cc pela FFM Honda GP em 2008 e a formação francesa melhorou ainda mais o alinhamento ao passar a contar com os serviços de um dos mais viajados técnicos no MotoGP, Gilles Bigot, que é o novo Director Técnico da equipa.

Chefe de Mecânicos de Alex Crivillé de 1994 a 2001 – tempo durante o qual ajudou o espanhol a conquistar o único ceptro das 500cc – Bigot traz importante experiência para a equipa. Além do trabalho que efectuou com Crivillé, o gaulês colaborou ainda directamente com nomes como Carlos Cardus, Alex Barros, Norick Abe, Sylvain Guintoli e Alberto Puig na categoria rainha, com este último a levá-lo a uma breve passagem pelas 250cc em 2005.

Apesar de diferenças óbvias nas três categorias do Campeonato do Mundo, o novo Director Técnico deverá inspirar Louis Rossi ao longo do ano numa categoria que considera poder vir a dar-lhe novos testes.

"Nas corridas de 125cc as escolhas técnicas podem ser mais decisivas que em qualquer outra classe. É necessário muito trabalho e temos de ter a certeza de todas as nossas escolhas," explica Bigot, cujo trabalho mais recente foi ao lado de Julián Simón na Repsol Honda 250cc.

"Por outro lado, trabalhei com muitos pilotos diferentes no passado e ganhei muita experiência, por isso estou contente por agora a poder partilhar com um piloto jovem como o Louis, que vai fazer a primeira época completa no campeonato este ano."

Tags:
125cc, 2008, FFM Honda GP 125

Outras actualizações que o podem interessar ›