Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Brivio fala dos rivais de Rossi para 2008

Brivio fala dos rivais de Rossi para 2008

Responsável pela gestão de um dos lados da agora dividida garagem da Fiat Yamaha em 2008, Davide Brivio elaborou pequena lista de pilotos que vê como principais rivais de Valentino Rossi na corrida ao ceptro.

Responsável pela gestão de um dos lados da agora dividida garagem da Fiat Yamaha em 2008, Davide Brivio elaborou pequena lista de pilotos que vê como principais rivais de Valentino Rossi na corrida ao ceptro. O italiano nomeou aqueles que acredita serem os cinco pilotos que estarão na frente de qualquer batalha com o cinco vezes Campeão do Mundo, apesar de se mostrar também preocupado com a força de toda a grelha.

"Como detentor da coroa do Campeonato do Mundo, o Casey Stoner será o nosso rival número um," notou Brivio na apresentação oficial da Fiat Yamaha. "Contudo, há muitos outros pilotos, todos muito motivados e com motivos para estarem fortemente apostados em vencer, como o Dani Pedrosa e o Nicky Hayden, o Loris Capirossi e Marco Melandri nas suas novas motos e outros que se podem revelar surpresas. É um grupo muito bom de pilotos e vamos tentar batê-los a todos na nossa luta pela recuperação do título!"

Apesar de Rossi e Brivio estarem em mãos experientes na formação de fábrica da Yamaha, 2008 será uma época de vicissitudes para a dupla com a mudança de pneus. O último vai ter de se ver a braços com uma estrutura de equipa diferente e na qual terá de equilibrar as lealdades entre o novo fornecedor de pneus Bridgestone e o novo piloto Jorge Lorenzo, que vai rodar com borrachas Michelin.

"É uma situação que surge na sequência da mudança de marca de pneus e a consequência é ter de me concentrar apenas num piloto, o Valentino, e num grupo de pessoal mais pequeno," explica Brivio em relação ao seu novo papel.

"O meu trabalho será similar ao de antes, mas numa área mais pequena. O número de pessoal de chefia aumentou na equipa; contudo, vamos ter de partilhar o máximo possível em termos de opiniões não técnicas e decisões entre nós para mantermos uma estratégia de equipa comum. O objectivo vai continuar a ser o mesmo, ou seja, lutar pelo primeiro lugar em todas as corridas."

Apesar dos problemas técnicos em 2007 Rossi não atribuiu grandes culpas à Yamaha pela não conquista do título de MotoGP. Contudo, ninguém na marca nipónica tem ilusões em relação ao facto deste ano ser crucial e que Rossi terá de voltar à luta pelo título para poderem continuar a contar com os seus serviços por mais um ano.

"A motivação é muito elevada e todos nós sabemos que 2008 será um ano muito importante," aponta o patrão do piloto de 28 anos. "O Valentino vai usar pneus diferentes e este novo desafio vai trazer mais interesse à nossa temporada, tanto dentro, como fora da equipa. As dificuldades do ano passado tornaram-nos mais fortes e esses contratempos fazem parte do desporto. Em 2008 vamos começar novo desafio, com novos pneus e um novos e fortes rivais com quem lutar. Será muito interessante!"

"Temos de estar preparados para a primeira corrida! A equipa, os engenheiros de pneus e o Valentino contam com vasta experiência e temos tempo para nos prepararmos. Felizmente o Qatar e Jerez, onde teremos as duas primeiras corrida do ano, são circuitos onde teremos testado antes de correr. Espero que isso nos ajude."

Tags:
MotoGP, 2008, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›