Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hayden testa motor de válvula pneumática da Honda

Hayden testa motor de válvula pneumática da Honda

A história da Honda na busca de mais potência sofreu uma reviravolta no segundo dia de testes de Sepang, com o piloto de fábrica Nicky Hayden a deixar de parte o motor convencional para rodar com um de válvula pneumática e, dessa forma, avaliar em que direcção deve seguir o projecto da RC212V.

A história da Honda na busca de mais potência sofreu uma reviravolta no segundo dia de testes de Sepang, com o piloto de fábrica Nicky Hayden a deixar de parte o motor convencional para rodar com um de válvula pneumática e, dessa forma, avaliar em que direcção deve seguir o projecto da RC212V.

O norte-americano voltou a ser o piloto que mais voltas fez na Malásia, efectuando 66 passagens pela linha de meta em mais um dia húmido no Sudeste asiático. O Campeão do Mundo de MotoGP de 2006 tem agora um pouco mais de trabalho pela frente fruto da lesão do companheiro de equipa Dani Pedrosa, que não vai testar mais devido à fractura na mão direita.

Apesar de ter sido apenas décimo na tabela de tempos, Hayden conseguiu melhorar os tempos de ontem, enfatizando a natureza progressiva dos testes de pré época quando falou com o motogp.com.

"Estamos a ver todas as possibilidades; posso dizer que está tudo a correr bem, mas temos de continuar a trabalhar e a temporada vai começar bem depressa," disse o "Kentucky Kid".

"De manhã usámos o motor normal. Estabeleci a minha melhor volta, depois comecei a rodar com o motor de válvula pneumática ao cabo de umas 25 voltas. A moto pareceu-se mais com o protótipo com que rodei em Novembro com este motor, penso que tal se deveu ao facto da moto ter sido desenhada para rodar com este bloco, por isso talvez o peso extra a faça funcionar melhor."

"Tivemos algumas coisas para resolver com o moto, tem uma potência mais macia e mais rotação, mas a velocidade de ponta é um pouco mais baixa. Além disso, estava a ir às boxes a cada 12 voltas para verificar o sistema, por isso não foi fácil entrar no ritmo," acrescentou Hayden, que poderá continuar a usar este motor em futuros testes com a RC212V.

"Penso que as válvulas pneumáticas são o caminho a seguir porque o motor tem mais potencial. Também testámos uma embraiagem com o motor de válvula pneumática, bem como mais algumas peças e injecção de combustível, coisas mais ligadas ao motor."

Tags:
MotoGP, 2008, Nicky Hayden, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›