Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pilotos de testes da Kawasaki estreiam motor "screamer"

Pilotos de testes da Kawasaki estreiam motor 'screamer'

A decisão da Kawasaki de estrear o novo motor "screamer" no teste de Sepang foi uma primeira surpresa da "Equipa Verde". O piloto de testes Tamaki Serizawa foi o homem responsável pelo debute do bloco desenvolvido em segredo durante a proibição de testes de Inverno.

A decisão da Kawasaki de estrear o novo motor "screamer" no teste de Sepang foi uma primeira surpresa da "Equipa Verde". O piloto de testes Tamaki Serizawa foi o homem responsável pelo debute do bloco desenvolvido em segredo durante a proibição de testes de Inverno.

O piloto nipónico atraiu as atenções dos demais, incluindo dos pilotos habituais da Kawasaki John Hopkins e Anthony West quando ligou o motor que fez soar um som muito distinto.

O outro piloto de testes, Olivier Jacque, também rodou com o motor "screamer", substituindo Serizawa durante a tarde. Apesar do novo desenvolvimento ter sido agora submetido ao primeiro teste, não é provável que venha a ser usado por Hopkins e West num futuro próximo.

"Ainda estamos numa fase muito incipiente com o motor "screamer" e os pilotos de testes ainda vão levar algum tempo até conseguirem levar o motor ao ponto de o podermos dar ao John e ao Anthony para testarem," explica o Director Técnico Naoya Kaneko.

"Uma sequência de ignição igual oferece várias vantagens em comparação com a versão "big-bang" do mesmo motor," acrescenta o há muito colaborador da Kawasaki. "O pico de potência é melhor e a sequência de ignição igual significa que o motor não é tão desgastado nos regimes altos. É claro que também há desvantagens, sendo a principal o facto da pilotagem ser mais difícil de controlar quando não se dá tempo ao pneu traseiro para recuperar entre pulsos de potência."

"Mas no ano passado tivemos uma redução de potência de 990cc para 800cc, o que também significou uma redução de potência. Também assistimos a melhorias em termos de tecnologia de pneus e domar a entrega de potência tornou-se mais fácil através da utilização de sistemas de electrónica mais refinados na moto. Estes factores fazem com que agora seja mais viável tirar partido das vantagens de um motor "screamer", como o aumento de potência, enquanto se ultrapassam os pontos negativos com os pneus e electrónica."

O piloto mais rápido do dia entre os homens da Kawasaki foi o estreante da equipa Hopkins, que terminou a sessão com o quinto registo. West sofreu uma queda, ainda assim logrou efectuar 39 voltas aos comandos da mais ortodoxa Ninja ZX-RR.

Tags:
MotoGP, 2008, Kawasaki Racing Team

Outras actualizações que o podem interessar ›