Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Adaptação de De Angelis elogiada por nova equipa

Adaptação de De Angelis elogiada por nova equipa

A rápida adaptação de Alex de Angelis ao MotoGP tem, provavelmente, passado injustamente desapercebida por entre toda a atenção que se tem dado aos outros estreantes Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso, mas o piloto de São Marino tem estado a progredir de forma positiva e com bons tempos aos comandos da Honda RC212V.

A rápida adaptação de Alex de Angelis ao MotoGP tem, provavelmente, passado injustamente desapercebida por entre toda a atenção que se tem dado aos outros estreantes Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso, mas o piloto de São Marino tem estado a progredir de forma positiva e com bons tempos aos comandos da Honda RC212V.

Depois de terminar à frente de alguns pilotos de MotoGP mais experientes no teste da pretérita semana em Phillip Island - incluindo o companheiro de equipa Shinya Nakano, os pilotos de fábrica Marco Melandri e Loris Capirossi e Anthony West, da San Carlo Gresini Honda - o jovem piloto continua a apresentar grande ritmo esta semana em Sepang. Quando questionado sobre a habituação de De Angelis às 800cc o homem com contacto mais directo com o jovem de 23 no seio da box da formação satélite não poupou elogios.

"Começámos a trabalhar com um novo e jovem piloto e a experiência tem sido positiva até agora. Estamos a progredir de forma gradual e as suas sensações com a moto têm melhorado," disse Fabrizio Cecchini, Mecânico Chefe do debutante.

"Estamos contentes com a forma como as coisas estão a correr e o Alex tem boa atitude. Acredito que podemos conseguir um bom resultado na primeira corrida do ano."

Tendo trabalhado com nomes como Marco Melandri e Toni Elias - dois pilotos com rico historial nas 250cc - Cecchini está em posição privilegiada para avaliar as dificuldades de adaptação a uma máquina de MotoGP. O italiano acredita que as motos de 800cc deste ano e do ano passado são mais misericordiosas com os estreantes.

"De forma geral é mais fácil para os jovens pilotos se adaptarem às 800cc do que era com as 990cc e estou certo que os que vieram das 250cc este ano se vão dar bem."

Uma crença partilhada por Shinya Nakano, o homem que vai partilhar a box com De Angelis esta temporada. O nipónico também passou pelas 250cc, se bem que admite que o seu baptismo de fogo não foi muito semelhante ao do companheiro de equipa.

"O Alex é novo, sem experiência de uma máquina de MotoGP e já apresenta tempos rápidos. É uma grande surpresa. Parece que é fácil vir de uma 250cc para o MotoGP!", notou a outra nova entrada na formação satélite da Honda dirigida por Fausto Gresini.

"É-me difícil compreender; quando vim das 250cc passei para as 500cc, e foi difícil, e depois para as 990cc. Estou muito impressionado com as coisas que a malta nova está a fazer."

Apesar dos elogios, o próprio De Angelis recusa-se a deixar-se levar pelos tempos rápidos apresentados na Austrália.

"Não esperava ser tão rápido," nota o piloto de São Marino. "Tenho de admitir que é a minha pista preferida e sempre gostei de rodar lá, mas nunca pensei que o meu primeiro teste de MotoGP na Austrália seria tão bom."

"Contudo, não o devo usar como ponto de referência. Penso que é bom em termos de motivação, mas sei que não serei sempre assim tão rápido em todas os circuitos."

De Angelis e Nakano vão estar em pista amanhã para o segundo dia de testes em Sepang, analisando diferente pneu de qualificação antes do final da semana.

Tags:
MotoGP, 2008, Alex de Angelis, San Carlo Honda Gresini

Outras actualizações que o podem interessar ›