Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hayden fecha Teste Oficial de MotoGP em Jerez como mais rápido

Hayden fecha Teste Oficial de MotoGP em Jerez como mais rápido

Nicky Hayden, da Repsol Honda, foi o homem mais rápido do último dia dos Testes Oficiais da categoria rainha em Jerez, assinando o melhor registo da semana na última hora de testes.

Nicky Hayden, da Repsol Honda, foi o homem mais rápido do último dia dos Testes Oficiais da categoria rainha em Jerez, assinando o melhor registo da semana na última hora de testes.

O norte-americano foi, tal como no primeiro dia de trabalhos no Sul de Espanha, o homem na frente da tabela de tempos e o que mais voltas efectuou, garantindo o melhor registo de 1m38,848s, mais de meio segundo mais rápido que a pole de Dani Pedrosa em 2007 e exactamente o mesmo registo que tinha conseguido em Novembro passado.

O Campeão do Mundo e MotoGP de 2006 foi o único a bater a barreira do Segundo 39 num dia de condições mistas para os homens das 800cc. O asfalto secou tarde depois de algumas chuvas pouco características, o que levou alguns pilotos a optarem por terminar os testes com tiradas em pneus de qualificação. Tal como no primeiro dia, a liderança da tabela de tempos por parte da Michelin deixa crer que a marca continua a marcar o ritmo no que toca a compostos de qualificação no palco da primeira corrida europeia do ano.

Corrigindo o que não correu da melhor forma ontem no Prémio BMW M, Jorge Lorenzo voltou a rodar com os homens da frente aos comandos da Fiat Yamaha M1. o espanhol ficou a quatro décimos de Hayden num Top 6 muito disputado.

O também estreante de MotoGP e há muito rival de Lorenzo, Andrea Dovizioso, esteve no centro das atenções com uma adaptação muito produtiva à categoria rainha, assinando o terceiro tempo do dia pouco depois das 17h15 locais. O piloto da JiR Team Scot esteve quase sempre inseparável de outro homem satélite da Honda, Randy de Puniet, d LCR Honda, que conseguiu a sua melhor volta na mesma altura.

O novo piloto da Bridgestone Valentino Rossi foi o melhor classificado da marca nipónica com o quinto posto. O italiano optou por não efectuar simulação de corrida, centrando antes na entrada em curva depois de problemas iniciais na pista espanhol com a máquina de fábrica.

James Toseland foi sexto, voltando a impressionar com a versão satélite da Yamaha M1, confirmando que o tempo de 1m39,678s do primeiro dia não foi apenas sorte de principiante e conseguindo um tempo a apenas um décimo dessa marca. Mas nem tudo foram boas notícias para o britânico, que sofreu queda na segunda volta do dia, o que o obrigou a parar durante duas horas para exames médicos ao tornozelo, regressando depois de canadianas antes de voltar para a pista.

A estrela do Prémio BMW M de ontem, o Campeão do Mundo de MotoGP em título Casey Stoner recusou-se a entrar em batalhas tardias pelo topo da tabela de tempos. O piloto da Ducati Marlboro conseguiu o seu melhor registo a meio das 57 voltas que efectuou e já tinha feito as malas quando a maior parte dos pilotos dos dez primeiros montava pneus de qualificação ao final do dia. Stoner sofreu pequena queda numa repetição do último dia do ano passado, mas agora sem qualquer lesão como resultado.

O australiano foi o último piloto a ficar a menos de um Segundo de Hayden, com Alex de Angelis, Shinya Nakano e Loris Capirossi a completarem o Top 10.

O lesionado John Hopkins, da Kawasaki, fez apenas 18 voltas, limitando o trabalho ao essencial. Outro ausente da sessão de 40 minutos cronometrados de ontem, Dani Pedrosa, também levou as coisas nas clamas em casa.

Dos pilotos regulares da grelha de MotoGP apenas Colin Edwards da Tech 3 Yamaha não rodou neste último de três dias de ensaios de Jerez. Os Testes Oficiais continuam amanhã com as 125cc e 250cc a entrarem em pista.

Tags:
MotoGP, 2008

Outras actualizações que o podem interessar ›