Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Contingente britânico das 125cc desejoso por acção de Jerez

Apesar de terem já passado mais de três décadas desde que um britânico triunfou num Grande Prémio de 125cc, isso pode muito bem vir a mudar mais cedo do que muitos possam pensar, isto se os esforços dos três jovens ingleses nas monocilíndricas no Qatar servir de bitola.

Apesar de terem já passado mais de três décadas desde que um britânico triunfou num Grande Prémio de 125cc, isso pode muito bem vir a mudar mais cedo do que muitos possam pensar, isto se os esforços dos três jovens ingleses nas monocilíndricas no Qatar servir de bitola.

No Grande Prémio bwin.com de Espanha, a disputar no domingo em Jerez, Bradley Smith, de 17 anos, Danny Webb, de 16, e o estreante Scott Redding, de 15, vão tentar tornar-se no primeiro britânico a vencer um GP de 125cc desde Chas Mortimer há 35 anos com uma Yamaha, também em Espanha, em Jarama, em 1973.

Apesar dos fãs britânicos terem tido motivos para breve apoio a Jeremy McWilliams no Dutch TT de 250cc com uma Aprilia em 2001, a actual colheita de jovens pilotos está inspirada pelas histórias do antigo Campeão do Mundo e Lenda do MotoGP Barry Sheene o último britânico a vender um GP da categoria rainha há 26 anos na Suécia bem como pela positiva prestação de James Toseland na estreia no MotoGP.

É discutível, mas o piloto com mais probabilidades de se tornar no primeiro jovem de Sua Majestade a triunfar é Bradley Smith, da Polaris World, se bem que espera ver uma mudança de sortes na pista espanhol depois de ter ficado a zeros no Qatar devido a problema técnico. De todas as formas, foi o primeiro britânico a conseguir uma pole de 125cc desde Mortimer no GP da Bélgica, em 1972.

Smith dominou as sessões de treinos em Losail antes de ser tocado pelo azar na corrida, tendo ainda sido o mais rápido durante os testes de Janeiro e Fevereiro realizados no traçado que recebe o Mundial este fim-de-semana. Com forte conjunto da Aprilia ao dispor, o jovem piloto pode obter a primeira vitória da carreira em breve, podendo mesmo imitar o último Campeão do Mundo de 125cc britânico Dave Simmonds, que venceu o ceptro de 1969 pela Kawasaki.

Focando-se apenas em Jerez de momento, e encorajado pelos primeiros sinais mostrados no Qatar, Smith explica de forma pragmática: `Apesar de ter de correr atrás do prejuízo depois de não ter somado pontos no Qatar, estamos a aproveitar todos os aspectos positivos do primeiro GP do ano.´

`Liderei todos os treinos e qualificação e também a corrida no Qatar. Também liderei os dois testes de pré época disputados em Jerez este ano e vamos para a corrida com muita confiança e com a esperança de mudar a sorte.´

Enquanto isso, outro piloto que já fez história este ano, com impressionante estreia nas 125cc no Qatar, foi Scott Redding, que se tornou no mais jovem piloto de sempre a qualificar-se na primeira linha da grelha para um Grande Prémio com 15 anos e 65 dias de idade.

Na corrida em si falhou o pódio por apenas um décimo de segundo, terminando em quinto depois de batalha até à meta na longa recta de Losail. O resultado fez ainda de Redding o mais jovem piloto a terminar um GP nos cinco primeiros, batendo um recorde que se manteve durante mais de 30 anos.

O piloto da Blusens Aprilia não é um estranho em Jerez, tendo já ganho a última ronda do CEV Buclker Campeonato de Espanha no ano passado e está desejoso pelo seu segundo GP. Reflectindo sobre a prestação de Losail afirmou confiante: `Não me senti nada intimidado no Qatar. Sei que há pilotos com nome feito no Campeonato do Mundo, mas consegui manter-me com eles sem problemas.´

`Estou a rodar com a moto do ano passado e é uma pena não ter corrido com algo mais rápido, mas conheço Jerez muito bem e estou apostado em fazer ainda melhor.´

Igualmente impressionante na primeira ronda este Danny Webb, que garantiu o seu melhor resultado num Grande Prémio com árduo sexto posto. A mudança da Honda para a Aprilia através da sua equipa Arie Molenaar fez enorme diferença ao piloto, que também conhece bem o traçado andaluz depois de tantos anos de corridas em Espanha.

`Vim para esta época com a mente limpa e a moto é muito melhor que a do ano passado,´ diz Webb. `Corrida e testei em Jerez por muitas vezes. Estou mesmo muito confiante em relação à corrida porque estou muito melhor preparado, mais relaxado e a fazer uma abordagem diferente.´

Tags:
125cc, 2008, Scott Redding, Bradley Smith, Danny Webb

Outras actualizações que o podem interessar ›