Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Denning apoia Capirossi agressivo

Denning apoia Capirossi agressivo

Paul Denning, Director Desportivo da Rizla Suzuki, ficou muito impressionado com a prestação de corrida de Loris Capirossi no domingo, no Grande Prémio de Espanha, com o italiano a terminar em quinto apesar de ter largado de décimo da grelha.

Paul Denning, Director Desportivo da Rizla Suzuki, ficou muito impressionado com a prestação de corrida de Loris Capirossi no domingo, no Grande Prémio de Espanha, com o italiano a terminar em quinto apesar de ter largado de décimo da grelha.

O mais experiente piloto da grelha de MotoGP desta época, e que faz 35 anos esta quinta-feira, fez grande partida antes de estabelecer forte e consistente ritmo de corrida. A estrela da Suzuki foi depois pressionado por James Toseland e Andrea Dovizioso conforme foi perdendo aderência, mas Capirossi conseguiu ultrapassar a dupla de estreantes de MotoGP com corajosa manobra na última curva para conquistar os elogios do novo patrão.

`Não tínhamos o ritmo para rodar na frente, mas sabíamos que seria assim,´ disse Denning ao motogp.com. `Largar da quarta linha é sempre difícil, mas o Loris fez uma partida fantástica e agressiva e colocou-se em boa posição. Mas na segunda parte da corrida ele lutou um pouco com a aderência.´

`Ainda assim, o Loris, hoje, justificou os motivos pelos quais o queríamos na Suzuki. Ajudou-nos muito com o desenvolvimento da moto e isso é uma das facetas das corridas. O outro lado é quando se tem uma corrida como a de hoje. O nível de agressividade dele para tentar averbar o melhor resultado possível parecia o de um jovem de 18 anos! Penso que com mais aderência ele teria uma máquina mais competitiva, pelo que a confiança está a crescer.´

Enquanto isso, o companheiro de equipa Chris Vermeulen teve uma corrida também ela muito animada no domingo. Largando de 12º da grelha, o australiano lutou ao longo de pelotão para terminar em sétimo e estava a apanhar os pilotos que estavam à sua frente, mas a aderência revelou-se também um problema para ele, acabando por terminar em 10º.

Denning comentou: `O Chris é capaz de resultados como o do Loris, sem dúvidas. Ele estava a apanhar o Loris e o Andrea Dovizioso a sete ou oito voltas do fim e pensei que um quinto ou sexto posto seria possível, mas ele arriscou com a escolha do pneu traseiro. Ele optou por um composto macio e a Bridgestone avisou-nos que seria complicado na fase final da prova. No final ele não conseguiu puxar mais.´

Tags:
MotoGP, 2008, GRAN PREMIO bwin.com DE ESPAÑA, Loris Capirossi, Rizla Suzuki MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›