Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo espera não necessitar de operação ao braço

Lorenzo espera não necessitar de operação ao braço

Jorge Lorenzo espera que o impressionante ano de estreia no MotoGP não seja afectado pelo problema de `arm pump´ nas próximas rondas e quer evitar cirurgia aos antebraços através de massagens regulares.

Jorge Lorenzo espera que o impressionante ano de estreia no MotoGP não seja afectado pelo problema de `arm pump´ nas próximas rondas e quer evitar cirurgia aos antebraços através de massagens regulares.

Detentor da pole e a terminar no pódio nas duas primeiras corridas do ano, o bi-Campeão do Mundo de 250cc tem muitos motivos para estar optimista, mas Lorenzo acredita que podia ter feito ainda melhor não fosse o acréscimo de pressão nos braços nas duas primeiras corridas nas 800cc.

No início da semana o jovem de 20 anos da Fiat Yamaha foi examinado pelo Dr. Xavier Mir, especialista da Clínica Dexeus de Barcelona e responsável pelo tratamento de vários pilotos de MotoGP, acabando a operação por ser posta de parte.

No evento de lançamento do patrocinador e fabricante de relógios Lotus, na quinta-feira, Lorenzo disse ao motogp.com: `De momento não vamos fazer a operação e penso que os alongamentos e massagens devem permitir-me continuar assim. Vamos tentar fazer melhor e resolver o problema o melhor possível porque nas duas últimas corrida isto acabou por me fazer reduzir o ritmo e o resultados.´

Quanto à sorte de não ter de ser operado de momento, Lorenzo disse ainda: `Depende da pessoa e nem todos tem a mesma compleição física. Por isso tenho sorte. Vamos tentar não operar porque é sempre uma cirurgia complicada e não é a solução perfeita para o corpo.´

Depois de ter encabeçado as tabelas de tempos no teste pós Grande Prémio realizado na segunda-feira em Jerez, acrescentou: `Houve algumas melhorias. Agora posso dizer que estamos um pouco mais competitivos. Mas estamos a descobrir que há vários pilotos mesmo muito rápidos e com talento. Sempre disse que seria difícil batê-los e difícil vencer.´

Antecipanto a terceira ronda do Campeonato do Mundo no Estoril em pouco mais de uma semana, concluiu: `É estranho porque o vento, que é mais forte que nos outros circuitos, e em Portugal pode sempre chover. Gosto do circuito, é um pouco velho e tem uma recta muito longa.´

Tags:
MotoGP, 2008, GRAN PREMIO bwin.com DE ESPAÑA, Jorge Lorenzo

Outras actualizações que o podem interessar ›