Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Campeão do Mundo quer recuperar no Estoril

Campeão do Mundo quer recuperar no Estoril

Depois de ter tido a corrida mais difícil desde que entrou para a Ducati na ronda de Jerez, o Campeão do Mundo Casey Stoner está muito motivado antes do bwin.com Grande Premio de Portugal.

Depois de ter tido a corrida mais difícil desde que entrou para a Ducati na ronda de Jerez, o Campeão do Mundo Casey Stoner está muito motivado antes do bwin.com Grande Premio de Portugal.

A fraca qualificação em Espanha, sétimo, foi seguida de corrida pesadelo em que fez duas incursões por fora da pista antes de terminar em 11º - o seu pior resultado desde 2006.

De todas as formas, há muitos motivos para optimismo por parte do jovem australiano, especialmente tendo em conta a previsão que o resultado de Jerez não o deverá afectar em termos de campeonato quando se chegar ao final da época. Stoner conseguiu somar importantes pontos em Espanha e está em quarto da classificação, apenas um ponto atrás de Valentino Rossi.

Stoner dominou a caminho da vitória na primeira corrida do ano e previu ronda difícil em Espanha; complicações que teve a oportunidade de ultrapassar no teste pós GP que se realizou em Jerez na segunda-feira seguinte à corrida.

Em 2005 Casey Stoner venceu o GP de Portugal de 250cc e qualificou-se em segundo antes de terminar no pódio no ano passado, isto apesar de alguns problemas com a moto na última visita ao Estoril, pelo que o australiano sabe o que é necessário para competir numa das mais exigentes pistas do Campeonato do Mundo.

O Circuito do Estoril apresenta desafios únicos para os pilotos de MotoGP devido ao vento que costuma assolar o traçado da costa atlântica, isto sem esquecer o forte contraste entre a rápida e longa recta da meta e uma das mais lentas curvas de todo o calendário. Na verdade, a velocidade média do traçado é a mais baixa de todos os palcos de Grandes Prémios e as secções mais lentas vão exigir complicado compromisso de afinação do chassis e motor da Desmosedici GP8, problema que terá a total atenção de Stoner desde o primeiro dia.

Comentando os aspectos técnicos da pista português enquanto se prepara para a terceira ronda, Stoner disse: `O Estoril é uma pista algo estranha, com uma secção fluida e interessante e algumas zonas sinuosas e lentas. Uma das minhas zonas preferidas é a curva 2, a descer. É difícil, mas muito boa.´

`De forma geral a pista tem muitos locais de ultrapassagem, por isso a corrida deve ser divertida de ver,´ continua o Camepão do Mundo. `No ano passado demo-nos bem nos treinos, estivemos muito perto da pole, e depois tive um pequeno problema técnico na corrida, mas consegui terminar no pódio. Em teoria, se conseguirmos trabalhar bem desde o início e não tivermos surpresas desagradáveis devemos ser capazes de lutar pela vitória.´

Livio Suppo, responsável do Projecto de MotoGP da Ducati, acrescentou: `O Estoril é sempre um circuito difícil porque o tempo pode mudar muito depressa e o vento é quase uma constante a importunar os pilotos. Penso que o tempo pode ser a variável mais importante este fim-de-semana, mas será o mesmo para todos!´

`O teste de segunda-feira depois do GP de Jerez foi positive para o Casey e para o Marco Melandri. Trabalhando em conjunto com a Bridgestone possibilitou encontrar novas soluções de que o Casey gostou e pensamos que será um bom passo em frente face ao que já temos.´

Tags:
MotoGP, 2008, bwin.com GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, Casey Stoner, Ducati Marlboro Team

Outras actualizações que o podem interessar ›