Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Fornecedores de pneus prepararam-se especialmente para Portugal

Fornecedores de pneus prepararam-se especialmente para Portugal

O bwin.com Grande Premio de Portugal foi o primeiro de 2008 cuja pista não recebeu testes de inverno, pelo que as dificuldades técnicas conhecidas da pista do Estoril e as condições atmosféricas instáveis previsíveis para a costa Atlântica, levaram os fornecedores de pneus Bridgestone e Michelin, a preparar convenientemente este fim-de-semana.

O bwin.com Grande Premio de Portugal foi o primeiro de 2008 cuja pista não recebeu testes de inverno, pelo que as dificuldades técnicas conhecidas da pista do Estoril e as condições atmosféricas instáveis previsíveis para a costa Atlântica, levaram os fornecedores de pneus Bridgestone e Michelin, a preparar convenientemente este fim-de-semana.

Apesar de se ter incrementado recentemente a utilização de pneus de 31 para 40, tanto a Bridgestone como a Michelin preferem agora usar versões intermédias ao mesmo tempo que desenvolveram novos pneus de chuva, que podem aguentar muitas voltas com diferentes níveis de água ou mesmo com a pista a secar.

Os seus cálculos revelam-se agora cruciais quando a pista está a secar, e como os pneus de chuva não estão sujeitos a restrições de utilização, `temos que estudar soluções para utilizar pneus com características de slick, mas que possam ser incluídos na categoria de chuva – menos de 20% de rasto é já considerado slick – para ganhar alguma vantagem.

Durante a sexta feira , os pilotos da Bridgestone foram mais eficazes sobre a pista molhada, enquanto os equipados com a Michelin, foram melhor sucedidos na sessão seca da tarde, já que os pneus francese4s se mostraram mais eficazes com estas condições.

O coordenador do projecto da Michelin para o Thomas Scholz, disse ao motogp.com, `Esperávamos que as condições atmosféricas fossem difíceis para todos , já que estamos no mês de Abril e o tempo é sempre muito instável. Por isso trouxemos pneus para todas as situações, passíveis ainda de adaptar a condições mais particulares.´

`Nenhuma equipa ou piloto aceita bem os pneus intermédios, porque isso reduz de imediato a escolha de pneus slick. Foi por isso que desenvolvemos um tipo novo de pneus que pode rodar bem em condições especiais como por exemplo numa pista que está molhada mas que está a secar volta a volta.´

Entretanto Jean Philippe Weber, director da Michelin Racing para motos, explicou igualmente a sua firme determinação em desenvolver pneus de eficácia similar entre seco e molhado. `Não trouxemos pneus intermédios, mas temos misturas mais suaves de pneus de chuva. Temos boas soluções mas temos igualmente que analisar se podemos mudar ou não para versões mais próximas com os slick. ´

`Os intermédios são úteis durante os testes, mas não para as corridas. Normalmente começamos com pneus de chuva ou sliks, mas até agora nunca tivemos uma situação que nos levasse a utilizar intermédios durante toda uma corrida.´

Tags:
MotoGP, 2008, GRAN PREMIO bwin.com DE ESPAÑA

Outras actualizações que o podem interessar ›