Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hayden optimista e ansioso pela quarta jornada

Hayden optimista e ansioso pela quarta jornada

Desejoso por recuperar o ritmo depois da queda no Estoril, o Campeão do Mundo de 2006 Nicky Hayden está optimista antes de rumar ao Extremo Oriente.

Analisando os desafios técnicos do circuito de Xangai antes da quarta jornada, o antigo Campeão do Mundo de MotoGP da Repsol Honda, Nicky Hayden, acredita que a sua Honda RC212V com pneus Michelin está a caminhar na direcção certa enquanto luta para melhorar a forma de 2008.

O Kentucky Kid fez um início de temporada indiferente com uma melhoria do décimo posto no Qatar ao conseguir um sólido quarto lugar em Jerez, para depois sofrer queda no Estoril quando lutava por mais uma resultado nos cinco primeiros.

Mesmo assim, o norte-americano tem conseguido sinais encorajadores durante os treinos, qualificação e testes e vai trabalhar mais que nunca na China enquanto busca o primeiro pódio da temporada.

Hayden foi um dos pilotos que terminou no pódio em 2006, em segundo, atrás do companheiro de equipa Dani Pedrosa numa dobradinha da Repsol Honda, e o norte-americano está pronto para mais um desafio chinês.

`Parece que estamos a fazer progressos,´ comenta o afável piloto de 26 anos. `A Honda está a trabalhar muito, os pneus Michelin estão a funcionar bem e gostei mesmo da moto no Estoril. Estivemos na frente no fim-de-semana, por isso só temos de colocar o acidente atrás das costas e seguir em frente.´

`Xangai é uma pista estranha,´ continua Hayden. `O que mais gosto é do piso, que parece estar sempre bom e consistente. A pista tem duas grandes rectas, a recta oposta é aquela onde se atinge a velocidade de ponta mais elevada do ano e logo depois temos uma das curvas mais lentas do MotoGP, por isso é muito importante ter estabilidade na travagem, pelo que trabalhámos nesse ponto no teste do Estoril.´

`Também é importante ter boa potência, o que nos permite escorregar um pouco. As curvas 1 e 2 são únicas e técnicas, com muitas trajectórias diferentes. Depois a curva que nos leva à recta oposta é muito importante porque é o ponto de partida para depois rodarmos em sexta velocidade. As instalações são incríveis, provavelmente das melhores que já vi. Mas Indy também é muito espectacular.´

Tags:
MotoGP, 2008, Nicky Hayden, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›