Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Água na China leva a escolhas difíceis por parte das marcas de pneus

Água na China leva a escolhas difíceis por parte das marcas de pneus

A Bridgestone e Michelin tiveram de arriscar com pneus slicks e compostos sob o risco de chuva em Xangai.

A chegada da chuva ao circuito de Xangai fez com que os fabricantes de pneus do MotoGP tivessem difícil escolha a fazer quando chegou a altura de recomendar os pneus aos seus pilotos. Chegada durante as primeiras horas de domingo, a chuva foi uma grande preocupação para a Bridgestone e Michelin depois dos dois primeiros dias de treinos no seco.

A maior parte dos pilotos optou por compostos macios para responder à pista encharcada, se bem que sem chuva e com a trajectória seca a aparecer, graças aos pilotos das 125cc e 250cc, o jogo acabou por não resultar para todos.

Casey Stoner e Andrea Dovizioso admitiram no domingo à tarde que lamentavam ter optado por diferente tipo de composto que aquele usado nos treinos, perdendo ritmo na fase final da corrida. Contudo, um piloto ficou claramente contente, o vencedor da corrida Valentino Rossi, que averbou a primeira vitória desde que trocou para a Bridgestone.

`A escolha de pneus não foi fácil com a chuva da manhã a deixar a pista muito mais fria que em qualquer outra altura do fim-de-semana, mas os resultados mostram algumas prestações impressionantes por parte de muitos pilotos Bridgestone, mesmo com as condições alteradas,´ nota Hirohide Hamashima, director do departamento de desenvolvimento de pneus de competição da marca nipónica.

`O nosso pessoal tinha preparado mais pneus que o habitual por causa da mudança do tempo e fizeram um trabalho excelente para respondermos a todas as eventualidades no início da corrida.´

O ritmo de Rossi foi consistente ao longo de todo o fim-de-semana e os seus pneus também ajudaram sob as condições bem mais frias de domingo. Tal como Stoner, ele usou slicks médios à frente e atrás. Dani Pedrosa, com pneus Michelin, não fez qualquer alteração à escolha de borrachas que fez no sábado, e o seu pódio foi satisfatório para o director de competição da marca gaulesa, Jean-Phillipe Weber.

`É claro que a nossa maior preocupação era o tempo porque parecia que ia chover de novo durante a corrida. Felizmente manteve-se seco, tirando algumas pingas de chuva, mas as condições estavam muito mais frias que ontem,´ explica Weber.

`A temperatura da pista era de 25 graus, enquanto ontem era de 48. O Dani optou por correr com os mesmo pneus que escolheu ontem, por isso foi um bom teste para os nossos pneus. Ele foi muito rápido desde o início, o que provou a prestação dos nossos pneus no warm-up, e depois conseguiu lutar pela liderança durante a corrida, o que demonstrou que os nossos pneus têm excelente amplitude de funcionamento, principalmente quando se tem em conta que a temperatura da pista era 23 graus mais fria.´

Dos quatro vencedores diferentes nas quatro primeiras corrida do ano, dois (Stoner e Rossi) têm corrido com pneus Bridgestone diferentes e os outros dois (Pedrosa e Jorge Lorenzo) com borrachas Michelin.

Tags:
MotoGP, 2008

Outras actualizações que o podem interessar ›