Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dupla da Ducati com sortes distintas

Dupla da Ducati com sortes distintas

Casey Stoner e Marco Melandri, da Ducati Marlboro, voltaram a ter sortes distintas e concentraram-se em aspectos diferentes da Desmosedici GP8 durante esta sexta-feira em Le Mans.

Depois de terem rodado a níveis mais semelhantes em Xangai, os pilotos da Ducati Marlboro, Casey Stoner e Marco Melandri, estiveram em pólos opostos das tabelas de tempos no primeiro dia de treinos de Le Mans. Ambos identificaram problemas no que toca à entrada da Desmosedici nas curvas do circuito francês e querem melhorias nesta matéria no domingo.

Casey Stoner – 3º

`Lutámos um pouco na T4, como no ano passado. Precisamos de um pouco mais de aceleração à entrada nas rectas e para nós um pouco complicado nestas curvas apertadas, mas longas. Amanhã vamos fazer algumas alterações para tentarmos melhorar nesse aspecto, mas basicamente a ideia é compensar isso tornando os nossos pontos fortes ainda mais fortes. De todas as formas. Hoje foi um passo para nós porque não estivemos muito competitivos nas últimas três corridas e é bom começar um Grande Prémio no caminho certo. Esta manhã estava a andar bem, mas a afinação não era a melhor para mostrar o que podemos realmente fazer e depois esta tarde tivemos um pequeno problema com o motor de uma das motos. A afinação na segunda moto não era perfeita, mas a equipa fez uma pequena alteração que me permitiu ser sete décimos mais rápido, o que me deixou muito contente. Nunca se sabe como é o tempo aqui, por isso foi fazermos duas sessões no seco. Estou contente com o que conseguimos até agora e estou pronto para o que as nuvens nos derem amanhã.´

Marco Melandri – 14º

`Esperava começar este fim-de-semana um pouco melhor, mas apesar da prestação do motor não ser má, ainda não encontrámos o caminho certo com a afinação da ciclística. De momento não posso travar tão forte como gostaria. Quanto estou a travar com a moto direita tudo bem, mas quando estou inclinado começam os problemas. Com muitas zonas de travagem nas curvas, isto significa que estou a perder décimos de segundo vitais. Testámos diferentes pneus e apesar de ter encontrado algo de que gostei, ainda não tenho aderência suficiente. É claro que vamos tentar melhorar isso amanhã porque queremos pelo menos estar ao mesmo nível de há duas semanas na China.´

Tags:
MotoGP, 2008, ALICE GRAND PRIX DE FRANCE, Ducati Marlboro Team

Outras actualizações que o podem interessar ›