Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi continua trabalho árduo depois de celebrações

Rossi continua trabalho árduo depois de celebrações

Depois de ter conquistado a 90ª vitória da carreira no domingo, Valentino Rossi ficou em Le Mans para mais dois dias de testes, efectuando 68 voltas na segunda-feira.

Depois de igualar o total do seu amigo Angel Nieto de 90 vitórias em GPs no Alice Grande Prémio de França no domingo, juntando ao espanhol na segunda posição da tabela de pilotos com maior número de triunfos de todos os tempos atrás de Giacomo Agostini, Valentino Rossi continuou a trabalhar arduamente no teste pós corrida na pista francesa.

O piloto da Fiat Yamaha lidera agora o Campeonato do Mundo e focou-se no trabalho com os pneus Bridgestone e na afinação da M1 na segunda-feira, enquanto procura manter o seu conjunto o mais competitivo possível antes de rumar a casa para correr em Mugello em menos de duas semanas.

Segunda-feira foi o primeiro de dois dias de ensaios para Rossi, que foi o único representante da Fiat Yamaha, já que o companheiro de equipa Jorge Lorenzo regressou a Espanha depois do árduo segundo posto em Le Mans no domingo para continuar a reabilitação das fracturas dos tornozelos.

A Yamaha está nas nuvens depois de ter preenchido por completo o pódio da quinta jornada, mas continua a levar a cabo o trabalho de desenvolvimento da equipa e Rossi foi o segundo mais lesto na segunda-feira com um registo de 1m33,661s, estabelecido com compostos de qualificação.

O italiano vai continuar o trabalho na terça-feira, com o seu Director Desportivo Davide Brivio a resumir as actividades de segunda-feira da seguinte forma: `Foi um bom dia, isto apesar de ter sido duro voltar ao trabalho depois do grande dia que tivemos no domingo! Testámos muitos pneus diferentes para a Bridgestone, tanto de qualificação, como de corrida, e coligimos muita informação.´

`Os pneus que testámos hoje são na sua maioria para desenvolvimento futuro, não tanto para as próximas corridas, mas é muito importante olhar para a frente desta forma e encontrámos bom material. É claro que trabalhámos um pouco na afinação e também testámos novos mapas de electrónica. O objectivo para este teste é apenas garantir que a moto está na melhor forma possível para o desafio de Itália que está já ao virar da esquina!´

Tags:
MotoGP, 2008, Valentino Rossi, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›