Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo passa a ser o mais jovem de sempre a fazer 100 GPs

Lorenzo passa a ser o mais jovem de sempre a fazer 100 GPs

Jorge Lorenzo vai completar o 100º Grande Prémio este fim-de-semana, tornando-se no mais jovem piloto de sempre a fazê-lo e bate, ao mesmo tempo, o rival de longa data Hector Barberá.

Jorge Lorenzo vai entrar para a lista de pilotos com 100 Grandes Prémios este fim-de-semana, estabelecendo um recorde que dificilmente voltará a ser batido. O espanhol vai tornar-se no mais jovem piloto de sempre a entrar para o Clube 100 do MotoGP, batendo o rival de longa data Hector Barberá.

O piloto de 250cc Barberá vai deter o recorde por apenas uma hora e 45 minutos, antes de Lorenzo alinhar na corrida de MotoGP em Mugello. Este último está confirmado para participar depois de várias semanas lesionado e deverá estar em melhores condições que em Xangai e Le Mans.

`Tenho de estar grato pelo facto de ter recuperado tão depressa das minhas lesões e por ter tido tão bons profissionais a garantirem isso mesmo. É claro que ainda não vou estar a 100% em Mugello, mas a cada corrida que faço consigo colocar mais peso nos poisa-pés,´ explica Lorenzo, que lesionou os dois tornozelos em brutal queda em Xangai.

Melhor preparação física significa também que Lorenzo deverá ser capaz de participar em todas as sessões de treinos, algo que não pôde fazer no Grande Prémio de estreia. Nessa ocasião em particular, no GP de Espanha de 2002, só atingiu a idade mínima obrigatória na tarde de sábado. Apesar de tal o ter prejudicado na altura, acabou por contribuir de forma determinante para se poder tornar no mais jovem piloto de todos os tempos a fazer 100 Grandes Prémios.

`É uma corrida especial para mim (...) a minha 100ª presença no Campeonato do Mundo. Foi tudo muito rápido e se chegar aos 200 espero que seja com a mesma rapidez – isso significa que me estou a divertir tanto como o tenho feito até agora e espero ter ajudado os fãs a divertirem-se também!´ diz o espanhol sobre a histórica ocasião.

`Vou para Itália com grandes esperanças porque é um dos meus circuitos preferidos, com muitas curvas rápidas e fluídas. Temos algumas pistas que nos são favoráveis pela frente, mas não podemos confiar muito nisso por é desporto e, especialmente nas motos, nunca se sabe o que pode acontecer.´

Tags:
MotoGP, 2008, GRAN PREMIO D'ITALIA ALICE, Jorge Lorenzo, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›