Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Bridgestone sentiu pressão para levar Rossi à vitória

Bridgestone sentiu pressão para levar Rossi à vitória

O fabricante de pneus Bridgestone teve o peso da história a juntar-se à já exigente tarefa de fornecer a Valentino Rossi um pneu capaz de vencer a corrida em Mugello.

Com o objectivo de garantir o primeiro triunfo em Itália e com a necessidade de manter a invencibilidade de Valentino Rossi em Mugello, a Bridgestone esteve sob grande pressão no domingo. Muito contentes e aliviados, foi assim que os responsáveis da Bridgestone se sentiram depois da dobradinha no Grande Prémio de Itália Alice em que Casey Stoner, da Ducati, ficou em segundo, atrás do herói local.

`Que grande resultado. É fantástico ver dois pilotos Bridgestone nos dois primeiros degraus do pódio pela primeira vez esta época,´ disse o responsável do departamento de competição em duas rodas, Hiroshi Yamada, após o resultado do fim-de-semana. `O Valentino fez uma corrida espectacular, como é sua imagem de marca em Mugello, e a vitória foi um grande feito. Com o recorde de Valentino inquebrável em Mugello, e com a pole de sábado, estávamos sob grande pressão no domingo, por isso estou muito contente com os nossos pneus terem estado à altura.´

O patrão nipónico reservou também alguns elogios para Stoner e para outro novato da Bridgestone, o estreante de MotoGP Alex de Angelis. Este último a conseguir o melhor resultado da San Carlo Honda Gresini em 2008 com o quarto lugar, o que se torna ainda mais importante quando se tem em conta que é a única formação satélite da Honda a rodar com borrachas nipónicas na grelha da categoria rainha.

`A Ducati e o Casey também têm de ser elogiados pelo grande fim-de-semana e pelo segundo posto no seu GP caseiro. E estou muito contente por o Casey ter tido papel tão importante na corrida,´ acrescentou Yamada. `O Alex de Angelis também esteve em destaque com o quarto posto, por isso também está de parabéns; ver a Honda Gresini de novo no ritmo é bom testemunho da nossa colaboração. A atmosfera em Mugello é sempre muito especial, mas o Valentino e o Casey tornaram-na ainda mais especial para mim hoje.´

Do ponto de vista técnico, o responsável pelo desenvolvimento de pneus de competição Tohru Ubukata, enfatizou a difícil tarefa de Itália, não apenas pelo peso da história que recaía sobre os ombros da Bridgestone, mas também devido ao tempo instável.

`Continuámos a trabalhar arduamente para melhorar a aderência e prestação dos nossos pneus, mas tivemos mau tempo este fim-de-semana, o que tornou as coisas mais difíceis. Com tão pouco tempo seco não conseguimos avaliar as prestações das nossas mais recentes especificações com tiradas mais longas, por isso a durabilidade dos mesmos ao longo de toda a corrida foi encorajador,´ concluiu Ubukata.

Tags:
MotoGP, 2008

Outras actualizações que o podem interessar ›