Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Toseland sente-se finalmente à vontade com a M1

Toseland sente-se finalmente à vontade com a M1

O estreante de MotoGP da Tech3 Yamaha James Toseland diz estar finalmente à vontade com o seu protótipo M1 de 800cc pela primeira vez.

Desde o primeiro contacto com a Yamaha M1 nos testes de Inverno na Malásia, antes do Natal, James Toseland tem estado a dar os primeiros passos no processo de aprendizagem no MotoGP.

A adaptar-se a um protótipo de Grande Prémio e ficar a conhecer várias pistas novas ao mesmo tempo desde que se juntou à Tech3 no final de 2007, a verdade é que o inglês de 27 anos está a dar excelente conta de si até ao momento.

A sólida prestação rumo ao sexto posto no Grande Prémio Cinzano da Catalunha no domingo, igualando o seu melhor resultado de MotoGP uma vez mais (terminou nessa posição em sete corridas até ao momento), foi outra demonstração da sua consistente preparação para a competição em palcos onde nunca tinha corrido antes, isto apesar de Toseland agora se sentir pronto para elevar a fasquia.

Em conversa com o motogp.com no final das cinco horas de testes na Catalunha, na segunda-feira à tarde, em que assinou o quinto tempo da tarde num ensaio onde estive presente a maior parte dos pilotos da grelha da categoria rainha, Toseland revelou: `Hoje foi a primeira vez em que rodei na moto de forma muito confortável. Agora sinto que somos um. Sempre me senti como se me estivesse a sentar nela e a lutar com ela, mas agora estamos a tornar-nos amigos!´

`Fizemos tempos similares aos do Dani Pedrosa na corrida, o que é incrível. Só fiz oito voltas seguidas no segundo 42, por isso sei que estou a fazer bons progressos.´

Agora prestes a rumar a casa para correr em Donington, seguindo-se uma viagem a Assen, onde também já correu no passado, Toseland está muito optimista. `Sabia que este período de novas pistas ia ser muito frustrante porque ia ter de aprender muito. Com esta desvantagem de não conhecer as pistas e contra estes pilotos é muito duro, mas agora estou muito motivado. A moto está a funcionar na perfeição e é bom estar frustrado por um sexto lugar agora.´

`No início da época terminar em sexto era muito bom porque era tudo o que conseguia fazer ao dar o meu máximo, mas agora sinto que posso fazer ainda melhor,´ concluiu o talentoso piloto satélite da Yamaha.

Tags:
MotoGP, 2008, James Toseland, Tech 3 Yamaha

Outras actualizações que o podem interessar ›