Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hacking animado com oportunidade de Laguna Seca

Hacking animado com oportunidade de Laguna Seca

A estrear-se no MotoGP como substituto do lesionado John Hopkins, da Kawasaki, no Red Bull Grande Prémios dos Estados Unidos, Jamie Hacking espera apresentar boa prestação para os fãs norte-americanos na Califórnia.

No lugar do ainda convalescente John Hopkins este fim-de-semana em Laguna Seca, o experiente piloto AMA de Superbikes Jamie Hacking falou com o motogp.com na quinta-feira sobre o que sente por ter a oportunidade de experimentar os Grandes Prémios aos comandos de uma Kawasaki Ninja ZX-RR em solo norte-americano.

Hacking foi chamado ao MotoGP durante a festa do seu 37º aniversário, há duas semanas, e já impressionou a Kawasaki nos dois dias de testes levados a cabo no circuito Autopolis, no Japão, com o protótipo de 800cc, chegando mesmo a bater o recorde do traçado.

O veterano disse: `Isto é incrível. É um sonho tornado realidade. Foi um acordo de última hora porque o meu companheiro de equipa (Roger Lee Hayden) se lesionou recentemente e depois, infelizmente, o John Hopkins teve o mesmo azar há duas jornadas, por isso as coisas desenrolaram-se muito depressa.´

O tri-campeão AMA chega a Laguna Seca determinado a estar à altura, ou ir mesmo além, da prestação do seu companheiro da Kawasaki no AMA, Roger Lee Hayden, que foi décimo como wild card de MotoGP há um ano nesta corrida.

Enquanto isso, como o seu amigo e rival do AMA Ben Spies, o actual campeão norte-americano que está a participar como wild card no MotoGP pela Rizal Suzuki em Laguna Seca, Hacking também vai alinhar no campeonato AMA de SBK, competição que coincide com a visita do Grande Prémio à Califórnia, fazendo com que este seja um fim-de-semana muito atarefado para o britânico.

Hacking acrescentou: `Eu e o Ben somos mesmo bons amigos e penso que isso é a maior questão que todos estão a fazer: `De entre nós os dois, quem é que vai ganhar?´ No que toca a objectivos para mim este fim-de-semana, e como o Roger Lee se deu bem no ano passado e ficou nos dez primeiros, espero estar ao mesmo nível para pelo menos o poder igualar, se não mesmo melhorar. E se conseguir bater o Ben ainda melhor! O principal para nós é para a pista e dar um bom espectáculo ao público norte-americano.´

Tags:
MotoGP, 2008, RED BULL U.S. GRAND PRIX, Kawasaki Racing Team

Outras actualizações que o podem interessar ›