Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner domina primeiro dia em Laguna Seca

Stoner domina primeiro dia em Laguna Seca

O Campeão do Mundo de MotoGP Casey Stoner completou o primeiro dia de treinos livres em Laguna Seca com novo recorde do traçado.

O cenário para o Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos está traçado. Sexta-feira, 18 de Julho, foi o primeiro ensaio para os pilotos de MotoGP. Ao longo das duas sessões, os concorrentes das 800cc levaram a cabo os primeiros treinos na Mazda Raceway Laguna Seca com as máquinas de 2008, enquanto alguns estiveram literalmente a aprender as trajectórias.

Casey Stoner foi o piloto mais rápido nas duas sessões do primeiro dia de acção, tal como aconteceu nas três rondas anteriores em Inglaterra, na Holanda e na Alemanha. Os seus rivais não precisam de ser recordados que nessas três ocasiões o homem da Ducati Marlboro acabou mesmo por vencer as corridas depois de ter conquistado a pole em cada uma das situações.

O melhor tempo de Stoner surgiu na sessão da tarde, quando ele parou cronómetro com um impressionante tempo de 1m21,826s, uns 0,149s abaixo do anterior recorde (que o próprio australiano já tinha batido na sessão da manhã). A anterior marca tinha sido estabelecida por Stoner no warm up para a corrida de 2007, um Grande Prémio que dominou de forma impressionante em cada ida para a pista.

Em dois anos de competição em Laguna Seca, o melhor tempo de Stoner ao longo do fim-de-semana nunca surgiu durante a qualificação. Na verdade, o facto de ter terminado o dia oito décimos mais rápido que o segundo classificado Nicky Hayden pode ser um importante sinal para os que queiram tentar arredá-lo da quinta pole consecutiva na tirada de sábado.

Hayden subiu alguns furos na tabela de tempos com a última das 34 voltas vespertinas ao seu traçado preferido e onde ganhou as corridas de 2005 e 2006. O piloto da Repsol Honda foi o melhor entre os homens da Michelin nas sessões de sexta-feira e o único a usar borracha francesa entre os seis primeiros.

No terceiro lugar da tabela de tempos combinada ficou Valentino Rossi, que foi um dos dois únicos pilotos a não melhorar o tempo na parte da tarde – o outro foi o wild card da Kawasaki Jamie Hacking. O líder do Campeonato do Mundo da Fiat Yamaha ficou a mais 0,853s de Stoner, e isto com o tempo conseguido de manhã.

Enquanto isso, depois de ter sido apenas um espectador no Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos do ano passado, Alex de Angelis não mostrou dificuldades de adaptação ao circuito de Laguna Seca. O estreante da San Carlo Honda Gresini foi o quarto desta sexta-feira, terminando à frente do segundo classificado de 2007 Chris Vermeulen e do seu companheiro de equipa na Honda satélite, Shinya Nakano.

O piloto da casa Colin Edwards e Andrea Dovizioso, do JiR Team Scot, contaram com a companhia de Toni Elias, do Alice Team, e de Loris Capirossi, da Rizla Suzuki, no fechou da lista dos dez primeiros.

Em 11º ficou Ben Spies, um dos pilotos mais atarefados ao longo do dia devido a participar também no campeonato AMA de SBK. A competir na terceira Rizla Suzuki GSV-R, Spies recuperou de uma queda matinal para terminar com resultado respeitável na tabela de tempos combinada das duas sessões. Num bom sinal para o piloto da casa, o seu tempo de MotoGP foi quase 1,5 segundos mais rápido que o que conseguiu averbar aos comandos da sua GSX-R.

A sessão da tarde foi interrompida com bandeira vermelha quando faltavam 21 minutos para o final devido à queda de Anthony West, da Kawasaki, que obrigou a reparações da vedação onde a sua Ninja ZX-RR embateu. O australiano não sofreu qualquer lesão com a queda, apesar de ter escorregado pelo chão durante muito tempo até entrar na gravilha, mas a sua moto principal ficou a necessitar de muitas reparações para estar poder rodar no sábado. Elias e Randy de Puniet, da LCR Honda, também tiveram incursões por fora de pista.

Tags:
MotoGP, 2008, RED BULL U.S. GRAND PRIX, FP2

Outras actualizações que o podem interessar ›