Compra de bilhetes
VideoPass purchase

MotoGP regressa à acção em Brno

MotoGP regressa à acção em Brno

A corrida pelo título está de regresso com os concorrentes da categoria rainha a defrontarem-se de novo na República Checa depois da paragem de Verão.

O Campeonato do Mundo de MotoGP regressa à acção depois da paragem de Verão para o Cardion AB Grande Prémio da República Checa, que tem lugar a 17 de Agosto em Brno. A corrida pelo título é agora feita entre três pilotos isolados na frente, mas são vários os pilotos que podem chamar à atenção na viagem do MotoGP à República Checa.

O vencedor da última corrida antes da paragem de Verão, Valentino Rossi detém importante vantagem na frente da classificação com mais 25 pontos que o rival mais próximo. O cinco vezes Campeão do Mundo da Fiat Yamaha confirmou que vai continuar com a marca nipónica por mais dois anos antes de ir de férias e mostrou desde logo os motivos pelos quais a Yamaha tudo fez para manter os seus serviços ao garantir a sua primeira vitória nos Estados Unidos, em Laguna Seca.

Rossi vai ter de evitar repetir a performance da recta final de 2007 se quiser continuar na frente da classificação. O italiano esteve no pódio apenas duas vezes nas últimas sete corridas do ano passado – e a sua única vitória teve lugar em Portugal, ronda que este ano já teve lugar. Mas o recorde de vitórias em Brno em 2001, 2003 e 2005 faz com que Rossi seja um dos pilotos mais bem sucedidos na República Checa nos últimos anos.

O segundo classificado em Laguna Seca, no que foi uma batalha épica com o seu rival, Casey Stoner é quem está mais próximo de apanhar Rossi depois de positivo regresso à boa forma. Quatro vitórias em seu nome e vários circuitos onde dominou em 2007 ainda pela frente, sugerem que a última palavra na corrida ao título ainda não teve lugar. O Campeão do Mundo da Ducati Marlboro somou o máximo de pontos no ano passado em Brno, no que foi mais uma mostra de poder por parte do australiano desde a pole e os seus adversários vão tentar tudo para fazer frente a Stoner, tal como Rossi o conseguiu fazer desde as melhorias da Desmosedici GP8 a partir do teste pós GP da Catalunha.

Dani Pedrosa, da Repsol Honda, não alinhou nos procedimentos nos Estados Unidos, isto apesar de ter viajado até à Califórnia para tentar correr. O actual terceiro classificado lutou por uma causa perdida e só alinhou no primeiro dia de treinos antes de regressar a Espanha para tratar a lesão na mão esquerda que lesionou quando liderava a corrida da Alemanha. Duas corridas sem pontos foram rude golpe na campanha de Pedrosa, e está agora a 41 pontos de Rossi.

Também a recuperar de lesão está o compatriota de Pedrosa, Jorge Lorenzo, para quem a paragem de Verão consistiu em dez dias de imobilização, assistir a eventos de ciclismo na televisão e levar a cabo intensivo programa de reabilitação depois de forte queda que sofreu na primeira volta de Laguna Seca. Ainda a liderar a tabela do Melhor Estreante do Ano, Lorenzo está agora concentrado na recuperação da confiança e na adaptação a um estilo de condução mais segura com a sua Yamaha M1.

Outro estreante que tem brilhado é o quinto classificado no Campeonato do Mundo de MotoGP, Andrea Dovizioso, o melhor piloto satélite aos comandos da JiR Team Scot Honda RC212V. Logo atrás surge Colin Edwards, da Tech3 Yamaha, o veterano do MotoGP que já confirmou mais uma temporada de competição.

Chris Vermeulen deixou a sua marca nas duas últimas corridas ao garantir o terceiro posto em Sachsenring e Laguna Seca. É setimo classificado, à frente do Campeão do Mundo de 2006 Nicky Hayden, do estreante de MotoGP James Toseland e de Shinya Nakano, da San Carlo Honda Gresini, que vai correr com uma Honda de fábrica a partir de Brno.

John Hopkins vai regressar à acção na República Checa depois de duas corridas no muro devido a lesão na perna.

Tags:
MotoGP, 2008, CARDION AB GRAND PRIX ČESKÉ REPUBLIKY

Outras actualizações que o podem interessar ›